Cris Cyborg acredita que luta com Amanda Nunes será sua última no UFC

Com a mudança na data do confronto e seu contrato chegando ao fim em março de 2019, Cris acredita que a luta com a compatriota será o último na sua passagem pelo Ultimate

C. Cyborg fez sua última luta no Ultimate em março deste ano no UFC 222. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A campeã peso pena, Cris Cyborg, esperava que a superluta com Amanda Nunes ocorresse no dia 8 de setembro no UFC 228, mas a detentora do cinturão dos galos recusou a data. Com isso, o Ultimate está trabalhando para que o combate aconteça em 29 de dezembro no UFC 232. Após a mudança, a curitibana acredita que seu duelo com a compatriota será o último na sua passagem pelo Ultimate, pois seu contrato termina em março de 2019.

Veja Também

Cris Cyborg aceita superluta com Amanda Nunes no UFC 228
Holly Holm e Ketlen Vieira devem lutar pelo cinturão interino peso galo

“Sexta-feira, semana passada, conversei com o UFC e disse que queria lutar. Eles me ofereceram no dia 8 de setembro, em Dallas, para lutar contra Amanda. Eu disse que tudo bem. Eu vou lutar. Então, na segunda-feira, eles disseram que [ela] não aceitou o dia 8 de setembro. Então eu disse que queria lutar de qualquer maneira. Eu não quero ficar ociosa. E então Amanda enviou a foto, dizendo que aceitou a luta em 29 de dezembro”, explicou Cris em entrevista ao site “MMAFighting”.

Cyborg não luta desde março deste ano quando nocauteou Yana Kunitskay no primeiro round no UFC 222 e não está interessada em ficar muito tempo sem lutar. Cris afirmou que é desrespeitoso ter que esperar tanto para lutar com Amanda.

“Eu acho que é desrespeitoso comigo, esperar um ano para uma pessoa estar pronta. Ela quer tempo para estar pronta. Mas eu acredito que eu poderia lutar antes disso, não esperar todo esse tempo. Especialmente porque somos pagos quando lutamos”, disse.

Cansada da forma que o Ultimate administra sua carreira, Cyborg garante que está pronta para prestar seus serviços em outro lugar quando o contrato terminar em março.

“Acredito que [Nunes] será minha última luta no UFC. Meu contrato vai até março, e comigo esperando para lutar em dezembro, acho que será a última vez que vão me ver lutando no Ultimate”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário