Cara de Sapato pede confronto com Paulo Borrachinha no UFC São Paulo

O brasileiro diz que Brunson não respondeu se vai enfrentá-lo no UFC São Paulo e pede duelo contra o mineiro na luta principal do evento

A. Carlos vem de uma sequência de cinco vitórias, em três delas foram por finalização. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Antônio Carlos ‘Cara de Sapato’ enfrentaria Derek Brunson no UFC 227, no dia 4 de agosto. Devido a uma lesão no olho do norte-americano o duelo foi cancelado. Com a falta de resposta por parte do número 6 do ranking dos médios, o brasileiro parece ter modificado o foco e pediu um embate com o compatriota Paulo Borrachinha, oitavo colocado na divisão. O encontro aconteceria na luta principal do UFC São Paulo, no dia 22 de setembro.

Veja Também

Cara de Sapato estreia no top-15 após vitória no UFC Glendale
De olho no top-10, Cara de Sapato encara Derek Brunson no UFC 227

“Até pedi para enfrentar Adesanya ou Borrachinha em São Paulo. Com Borrachinha poderia ser até luta principal de brasileiros, já que o evento é no Brasil, caso o Derek Brunson não possa lutar, mas posso lutar com todos eles”, disse Antônio, em entrevista ao site “Combate.com”.

O lutador brasileiro criticou a forma como é organizado o ranking do Ultimate, pois vem de cinco vitórias consecutivas em 10 lutas na organização e está na 11ª colocação. Enquanto, Borrachinha e Israel Adesanya realizaram poucas lutas no UFC e estão melhores ranqueados.

“O ranking, como está sendo feito, realmente é uma coisa muito várzea. Até que ponto estes cara que julgam o ranking entendem (de MMA)? Fui campeão mundial de jiu-jítsu antes de entrar no cage para lutar. No jiu-jítsu, você é primeiro, segundo ou terceiro, não tem esse negócio de que é melhor na mídia. Tem que ganhar. E você vê o Adesanya e o Borrachinha, com três, quatro lutas no UFC, sendo que eu tenho mais finalizações que eles têm de luta no UFC. Como estão na minha frente? O ranking não está sendo respeitado, não sei qual o julgamento da galera. Venho de cinco vitórias seguidas, segunda maior sequência da categoria, só perco para o campeão, e eles estão mais ranqueados que eu”, desabafou.

Cara de Sapato afirmou que o Ultimate ainda deseja remarcar o confronto com Brunson em São Paulo, mas o oponente não responde ao desafio. Segundo a organização, o norte-americano precisa ser liberado por um médico para poder confirmar a luta. Com isso, o brasileiro espera uma resposta do Ultimate sobre quem será seu próximo adversário. A expectativa é que o feedback venha ainda nesta semana.

Antônio Carlos vem de vitória por finalização sobre Tim Boetsch em abril deste ano em Gladale. Ele tem um cartel de 13 lutas, com 10 triunfos, duas derrotas e uma luta sem resultado. O brasileiro estreou no UFC após participar e ganhar o TUF Brasil 3 no peso pesado em 2014.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário