Avassalador! Esquiva Falcão atropela mexicano e fica próximo de cinturão

Lutador brasileiro manteve-se invicto no Boxe ao nocautear o mexicano Jonathan Gavira no primeiro assalto; Luta pelo cinturão pode acontecer em 2019

Esquiva vence e fica perto do cinturão: Reprodução / Instagram

A noite do último sábado (28) foi de festa para os lutadores brasileiro. Além da vitória de José Aldo no UFC Calgary, o pugilista Esquiva Falcão também brilhou. O capixaba não tomou conhecimento do mexicano Jonathan Gavira e nocauteou o rival ainda no primeiro assalto. O resultado mantém a invencibilidade do atleta tupiniquim com 21 lutas, com 21 vitórias, sendo 15 por nocaute. A luta foi realizada na cidade de Kissimmee, na Flórida (EUA).

Veja Também

UFC Calgary: José Aldo leva susto, mas vence Stephens por nocaute e crava: ‘O campeão voltou’
Vídeo: Assista o nocaute de José Aldo sobre Jeremy Stephens no UFC Calgary
Vídeo: José Aldo comemora vitória com dança do game Fortnite

A luta

Perto da chance de disputar o cinturão dos médios, Esquiva entrou no octógono disposto a chegar a vitória rápida. O brasileiro tomou o centro do cage e disparou duros golpes na linha de cintura de Gavira. Ainda no primeiro minuto, o mexicano foi ao solo em knockdown. O árbitro abriu contagem e Jonathan seguiu na disputa. Porém, Esquiva partiu para nova combinações de golpes, que levaram o rival ao solo já nocauteado.

“Nada disso seria possível sem os fãs. Só quero agradecer a todos por me motivarem a continuar assim. Eu amo cada minuto e prometo entreter todos vocês a cada passo do caminho”, comemorou o pugilista brasileiro

A vitória deixa o brasileiro a um passo da tão esperada luta pelo cinturão da WBA (Associação Mundial de Boxe) do peso médio. De acordo com Bob Arum, CEO da Top Rank, empresa promotora de boxe que organiza as disputas de Falcão agora o brasileiro deverá fazer mais uma luta antes do combate pelo título. Esquiva irá ao ringue na mesma noite que o atual campeão da categoria, o japonês Ryota Murata, defenderá seu cinturão. Se os dois vencerem, Arum garantiu que o brasileiro terá a oportunidade de lutar contra o japonês.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário