UFC Calgary: José Aldo leva susto, mas vence Stephens por nocaute e crava: ‘O campeão voltou’

Brasileiro sofreu com uma sequência de golpes do rival, mas se recuperou e venceu por nocaute; Ao final, ele chora de emoção pelo triunfo e já mira no cinturão

Aldo (dir.) vence Stephens no UFC Calgary. Foto: Reprodução / Facebook UFC

José Aldo iniciou sua trajetória de vitórias no Ultimate, em 2011, no Canadá e foi no país da América do Norte que o brasileiro recomeçou sua caminhada na organização. Após duas derrotas consecutivas e a perda do cinturão dos penas, o ‘Campeão do Povo’ fez as pazes com a vitória. Na segunda luta mais importante do UFC Calgary, evento realizado neste sábado (28), o manauara levou um susto no duelo diante de Jeremy Stephens, mas mostrou frieza para escapar da pressão do rival e vencer por nocaute técnico ainda no primeiro round.

Veja Também

Vídeo: Assista o nocaute de José Aldo sobre Jeremy Stephens no UFC Calgary
Matheus Nicolau começa bem, mas sofre duro nocaute no UFC Calgary

O resultado recoloca Aldo no caminho do cinturão da divisão de penas, onde reinou por cinco anos, uma vez que Max Holloway – que derrotou o brasileiro em duas oportunidades – não teve voltar a competir nos próximos meses por problemas de saúde e um titulo interino deve ser colocado em disputa.

“Foi aqui que comecei minha carreira, estou voltando aqui para recomeçar minha carreira de novo. Estou tentando recomeçar, eu estava lutando em cima de uma coisa que eu não podia errar. Eu vim no fio da navalha, sabendo que não podia errar ou podia perder a ]luta. Mas acertei ali e consegui acabar a luta. Acho que agora estou de volta, o campeão voltou. Mantendo o caminho aí, a gente chega. O Max Holloway está passando por problemas, ele é um grande campeão, espero que possa voltar, e que eu possa enfrentá-lo de novo ou quem for o campeão”, disse José Aldo.

Na luta principal do UFC Calgary, Dustin Poirier acabou com a polêmica da luta sem resultado contra Eddie Alvarez e na revanche despachou o ex-campeão dos leves por nocaute no segundo round. Em outro duelo esperado do card, a ex-campeã peso palha Joanna Jedrzjeczyk fez as pazes com a vitória, após duas perdas em série, e derrotou Tecia Torres na decisão unânime dos juízes.

Aldo espanta zebra e vence Stephens por nocaute

O combate José Aldo e Jeremy Stephens começou tenso e com muito estudo. Os lutadores esperavam o melhor momento para atacar, sem risco de sofreram no contragolpe. O brasileiro tomou a iniciativa da luta e trabalhou com bons chutes nas pernas e na cabeça, mas com o norte-americano bloqueando bem.

Por sua vez, Stephens demorou para atacar, mas levou perigo com seu já conhecido poder de nocaute. Primeiro ele tentou uma joelhada no clinch e assustou. Na sequência, ele partiu para a troca franca, pressionou Aldo contra as grades e disparou vários socos. O brasileiro fechou bem a guarda e esperou o fim da pressão para responder. Ele saiu das grades, aceitou a luta franca e abriu um corte no rosto de Jeremy.

O susto parece ter feito Aldo partir para encerrar a disputa. Na sequência, o brasileiro combinou dois golpes na linha de cintura, que levaram Stephens ao chão.  Sentindo o ‘cheiro de sangue’, ele partiu pra cima no solo e disparou vários socos na cabeça até o árbitro encerrar a luta e decretar o nocaute técnico.

Dustin Poirier bate Eddie Alvarez

Em uma das lutas mais esperadas de 2018, Dustin Poirier e Eddie Alvarez subiram no octógono na luta principal do UFC Calgary com muita expectativa. O início do duelo, porém, não empolgou os fãs. Apenas no minuto final, Poirier teve um bom momento na parcial e conectou os melhores golpes. Porém, se o primeiro round decepcionou, o segundo assalto superou as expectativas. Em uma parcial intensa, com troca de alternância no controle, Dustin Poirier tentou a parcial com o braço erguido.

Alvarez tomou a iniciativa e tentou derrubar Poirier, mas ele acabou pego em uma guilhotina. O ex-campeão esteve perto de ser finalizado, mas conseguiu se recuperar. Eddie saiu do estrangulamento, mas voltou a ceder a posição. Mas Dustin não aproveitou novamente a chance. Na sequência Alvarez chegou as costas e a montada, mas uma cotoveladas ilegal de cima para baixo recolocou a peleja no centro do cage.

No recomeço da disputa, Dustin Poirier foi com tudo pra cima. Ele disparou vários socos em série balançou Alvarez. Como de costume, Alvarez mostrou queixo duro, tentou responder, mas acabou caindo devido a quantidade de socos.

Resultados do UFC Calgary

Card Principal

Peso leve: Dustin Poirier derrotou Eddie Alvarez por nocaute técnico a 4m05s do R2

Peso pena: José Aldo derrotou Jeremy Stephens por nocaute técnico a 4m19s do R1

Peso palha: Joanna Jedrzjeczyk derrotou Tecia Torres na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve: Alex Hernandez derrotou Olivier Aubin-Mercier (29-28, 30-27, 29-28)

Card Preliminar

Peso meio-médio:Jordan Mein derrotou Alex Morono na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Hakeem Dawodu derrotou Austin Arnett na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve: Islam Makhachev finalizou Kajan Johnson com um arm-lock a 4m43s do R1

Peso meio-pesado: Ion Cutelaba derrotou Gadzhimurad Antigulov por nocaute técnico a 4m25s do R1

Peso leve: John Makdessi derrotou Ross Pearson na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-28, 30-27)

Peso mosca: Katlyn Chookagian derrotou Alexis Davis na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso mosca: Dustin Ortiz derrotou Matheus Nicolau por nocaute técnico a 3m49s do R1

Peso palha: Nina Ansaroff derrotou Randa Markos na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve: Devin Powell derrotou Alvaro Herrera por nocaute técnico 1m52s do R1

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário