Amanda Nunes garante que enfrentará Cris Cyborg em dezembro

Com o contrato assinado para o UFC 232 em dezembro, a campeã peso galo espera pela confirmação da rival

A. Nunes (foto) garantiu que somente entrará no cage em dezembro contra a rival brasileira. Foto: Reprodução/Twitter UFC

Após muitas provocações entre as campeãs brasileiras, Amanda Nunes e Cris Cyborg sobre a data da superluta, parece que isso foi acertado. Em entrevista para o site “Combate.com” durante o UFC Calgary, a “Leoa” confirmou que assinou o contrato para o embate no UFC 232, em 29 de dezembro e somente espera pela confirmação da rival.

Veja Também

Cris Cyborg acredita que luta com Amanda Nunes será sua última no UFC
Cyborg revela que não irá renovar com UFC: ‘Vou lutar boxe’

A campeã peso galo afirmou que está ansiosa pelo encontro com Cris Cyborg pelo cinturão dos penas. “É uma luta muito importante, especialmente para o Brasil. Vai entrar para a história do MMA feminino. Com certeza é dezembro, já assinei o contrato, só estou esperando mesmo a Cris, e vamos fazer acontecer. Estou ansiosa, espero que a Cris aceite e em dezembro com certeza a gente vai se encontrar dentro do cage”, disse Amanda.

As lutadoras brasileiras já discutiram sobre a data do confronto nas redes sociais. Enquanto Cyborg desejava lutar no UFC 228, em 8 de setembro, em Dallas. Amanda avisou que só entraria no octógono em dezembro.

“Com certeza é dezembro. Tenho várias coisas para fazer agora de trabalho, então não posso fazer essa luta antes. Mas em dezembro, com certeza, a gente vai se encontrar”, explicou Nunes.

Waiting on you. @criscyborg #ufc232 December 29 🦁 Contrato assinado 29 de dezembro #ufc232

Uma publicação compartilhada por Amanda Nunes (@amanda_leoa) em

A campeã dos galos já está treinando para o duelo com Cyborg, mas não confessou a estratégia para vencer a rival. O desejo de Amanda é conquistar o cinturão dos penas e entrar para a história do Ultimate.

“A estratégia vai depender do momento da luta. A gente treina e se prepara bastante, mas só no dia, quando fechar aquela porta do cage, só lá pode colocar em prática tudo. Quando você pisa naquele cage, não pensa em nada, só em entrar e tentar pegar aquele cinturão, que é o mais importante agora. É continuar fazendo história, é o que eu quero”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário