Georges St-Pierre quer enfrentar o vencedor de Nurmagomedov e McGregor

Fora do UFC desde novembro de 2017 quando venceu Bisping e ficou com o cinturão dos médios, GSP deseja uma disputa de título que gere interesse do público

G. St. Pierre (foto) ainda não tem data para o retorno ao Ultimate. Foto: Reprodução/Facebook UFCBrasil

Os atletas do Ultimate atualmente estão à procura de uma grande luta que gere interesse do público. Fora da organização desde novembro de 2017, o ex-campeão dos meio-médios e médios, Georges St-Pierre também quer um rival a altura para seu retorno. Em entrevista ao “Submission Radio” o canadense afirmou que quer enfrentar o vencedor do embate entre o campeão dos leves, Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor.

Veja Também

Georges St. Pierre recusa luta contra Nate Diaz: ‘Não vale a pena’
Anderson Silva afirma que luta com Georges St-Pierre ‘pode acontecer’

“Eu estou interessado nessa luta. Essa é uma situação ganha-ganha. É uma luta por título e é um bom dinheiro. Vai ser uma grande luta. Sim, no entanto, eu lutei com 170 libras, renunciei ao título e lutei com 185 libras, renunciei ao título. Eu não acho que o UFC vai me deixar lutar pelo título em 155 libras. Eles ficarão com medo de eu desistir e eu vou deixar a divisão em ruínas novamente”, disse ‘GSP’.

Em maio desde ano, o embate de volta do ex-campeão canadense foi especulada e o adversário seria seu desafeto Nate Diaz. St. Pierre confirmou que o Ultimate queria realizar este duelo, mas não aceitou porque quer lutas que façam diferença na sua carreira.

“A última vez que me pediram para lutar, eles me pediram para lutar contra o Nate Diaz em setembro, mas não estou muito animado para lutar contra ele. Em termos de dinheiro, sim, vai ser muito dinheiro porque Nate Diaz é um grande nome, mas eu preciso lutar com um cara que me ajudará a melhorar o legado e também com dinheiro. Eu não estou… Estou no ponto da minha carreira agora, onde só tenho algumas lutas”, explicou Georges.

Outro adversário foi cogitado para a volta de St. Pierre, o brasileiro Anderson Silva. Essa superluta era um antigo desejo do Ultimate enquanto os lutadores eram campeões da organização. Agora, o GSP acredita que a oportunidade de ser uma grande luta já passou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário