Após ser dispensado pelo UFC, Vitor Miranda negocia futuro em nova organização

Depois de três derrotas seguidas, o brasileiro encerrou sua participação no Ultimate após o UFC Hamburgo em julho deste ano

V. Miranda permaneceu no UFC por quatro anos. Foto: Reprodução/Facebook VitorMiranda

O ex-TUF Brasil 3, Vitor Miranda foi demitido e não faz mais parte da equipe do Ultimate desde segunda-feira (06). O lutador relevou a dispensa do UFC por meio de suas redes sociais após três derrotas consecutivas, sendo a última para Abu Azaitar no UFC Hamburgo em julho deste ano.

Veja Também

Vitor Miranda encara ‘dono da casa’ no UFC Hamburgo
Glover Teixeira e Vitor Miranda perdem no UFC Hamburgo

Mesmo com o futuro incerto, Vitor afirmou que está negociando com outra organização. Ele também não descartou retornar ao Muay Thai.

Vitor Miranda ficou conhecido ao participar do TUF Brasil 3. Ele foi um dos finalistas do reality nos pesos pesados, mas foi superado por Antônio Cara de Sapato na final. ‘Vithai’ com o termino do programa desceu para a categoria dos médios e emplacou uma sequência de três triunfos contra Jake Collier, Clint Hester e Marcelo Guimarães. Depois disto, amargou três derrotas seguidas, sendo o último para Abu Azaitar, no último dia 22 de julho no UFC Fight Night 134.

Comunicado Vitor Miranda pelo Instagram:

FUI DEMITIDO DO UFC, E AGORA?

Às 4 horas da manhã eu levantei pra esvaziar a bexiga e por força de um hábito muito feio (eu sei), levei o telefone junto para dar uma olhadinha.

Entrei no email e estava lá uma mensagem do UFC: “Informamos que a ZUFFA está exercendo seu direito de acelerar o prazo de suas obrigações promocionais previamente firmado entre você (o lutador) e o UFC, com vigência a partir da data do aviso… A partir do momento que eu perdi três lutas seguidas no UFC, essa notícia era uma possibilidade, porém a gente sempre espera o melhor né… Eu esperava conseguir mais uma nova oportunidade, refazer minha estratégia de treinamento, mudar de categoria… Enfim. Mas a fila anda, roda gira e o capitalismo não faz caridade. Se eu quero rir, eu tenho que fazer rir e isso é um fato!

O que me reserva o futuro?

Muitas coisas ainda. já estou negociando com um novo evento, tenho a possibilidade de voltar a lutar muay thai, que é a minha paixão de verdade, a minha jornada ainda não terminou, muito pelo contrário, está se iniciando uma nova etapa. E Cara nós somos lutadores, eu e você! A gente não desiste nunca mano! Se perdemos uma batalha, a gente levanta, bate a poeira e vai em busca no próximo obstáculo, certo?

Eu quero deixar minha gratidão pelo UFC, evento que sempre sonhei lutar. Quando as coisas são destinadas a acontecer não importa o evento que você luta, a cidade onde mora, a família que você tem.. As coisas irão acontecer de qualquer maneira. Mais cedo ou mais tarde. Porém foi estando no UFC que muita coisa maravilhosa aconteceu nos últimos 4 anos..

Então muita gratidão por esse evento grandioso que é o UFC!

Eu pude participar do TUF brasil 3 e com isso muitas pessoas conheceram minha história, com a minha contratação pelo UFC realmente pude me tornar uma referência legal de superação dentro e fora do octógono. Pude adquirir um estilo de vida pra minha família que a gente sempre buscou.. Eu e minha esposa lutamos e nos sacrificamos 12 anos para que esses últimos 4 se tornassem realidade.  E agora um novo ciclo de oportunidades se inicia.

Então, não há nada que eu deva fazer diferente de recomeçar e continuar lutando!

FUI DEMITIDO DO UFC, E AGORA? As 4 horas da manhã eu levantei pra esvaziar a bexiga e por força de um hábito muito feio(eu sei), levei o telefone junto para dar uma olhadinha. Entrei no email e estava lá uma mensagem do UFC: “Informamos que a ZUFFA está exercendo seu direito de acelerar o prazo de suas obrigações promocionais previamente firmado entre você (o lutador) e o UFC, com vigência a partir da data do aviso… A partir do momento que eu perdi três lutas seguidas no UFC, essa notícia era uma possibilidade, porém a gente sempre espera o melhor né… Eu esperava conseguir mais uma nova oportunidade, refazer minha estratégia de treinamento, mudar de categoria… Enfim. Mas a fila anda, roda gira e o capitalismo não faz caridade. Se eu quero rir, eu tenho que fazer rir e isso é um fato! O que me reserva o futuro? Muitas coisas ainda 🙂 já estou negociando com um novo envento, tenho a possibilidade de voltar a lutar muay thai, que é a minha paixão de verdade, a minha jornada ainda não terminou, muito pelo contrário, está se iniciando uma nova etapa. E Cara nós somos lutadores, eu e você! A gente não desiste nunca mano! Se perdemos uma batalha, a gente levanta, bate a poeira e vai em busca no próximo obstáculo,certo? Eu quero deixar minha gratidão pelo UFC, evento que sempre sonhei lutar. Quando as coisas são destinadas a acontecer não importa o envento que você luta, a cidade onde mora, a família que vc tem.. As coisas irão acotecer de qualquer maneira. Mais cedo ou mais tarde. Porém foi estando no UFC que muita coisa maravilhosa aconteceu nos ultimos 4 anos.. Então muita gratidão por esse evento grandioso que é o UFC! Eu pude participar do TUF brasil 3 e com isso muitas pessoas conheceram minha história, com a minha contratação pelo UFC realmente pude me tornar uma referência legal de superação dentro e fora do octagon. Pude adquirir um estilo de vida pra minha família que a gente sempre buscou.. Eu e minha esposa lutamos e nos sacrificamos 12 anos para que esses ultimos 4 se tornassem realidade. E agora um novo ciclo de oportunidades se inicia. Então, não há nada que eu deva fazer diferente de recomeçar e continuar lutando!!

Uma publicação compartilhada por Vitor Miranda (@vithai) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário