Kamaru Usman aceita confronto com Rafael dos Anjos no UFC 228

O meio-médio nigeriano afirma que o brasileiro é o único adversário que pode levá-lo à disputa do cinturão da categoria

K. Usman já desafiou os principais lutadores da categoria. Foto: Reprodução/Instagram @usman84kg

Em busca dos melhores atletas na divisão dos meio-médios, Kamaru Usman já desafio o campeão da divisão, Tyron Woodley e o interino da categoria, Colby Covington. Em entrevista o programa “MMA Hour”, o nigeriano afirma que se interessa pela possibilidade de enfrentar Rafael dos Anjos no UFC 228, que acontece dia 8 de setembro, em Dallas.

Veja Também

Usman desafia Tyron Woodley e recebe resposta: ‘Basta se credenciar, e eu estarei do outro lado do octógono’
Kamaru Usman pede luta contra Darren Till
Kamaru Usman é reserva para luta entre Tyron Woodley e Daren Till no UFC 228

“Se eu for enfrentar alguém, fora a disputa do cinturão no dia 8 de setembro, será Rafael dos Anjos. Essa é a única luta que faz sentido para mim. Ele acabou de lutar pelo cinturão interino, e essa é a luta que me leva para esse mesmo lugar. Não vou lutar contra Darren Till, que é quem eu queria. Me ofereceram quatro vezes a luta contra Colby Covington, e ele recusou todas elas. O único adversário que pode me levar ao cinturão é Rafael dos Anjos. Me ofereceram lutar contra ele em São Paulo, na luta principal que teria Glover Teixeira contra Jimi Manuwa. Eu aceitei também, mas ele disse que tinha algum problema e que não estaria pronto até lá”, explicou Usman.

O meio-médio está escalado para ser o “reserva” da luta principal do card em Dallas, na disputa do cinturão da categoria entre Tyron Woodley e Darren Till. Caso algum dos dois tenha algum problema e precise ser substituído, Usman será colocado no lugar.  Dos Anjos sugeriu a Kamaru que eles lutassem no evento caso Woodley e Till fossem confirmado no card.

Usman falou sobre o confronto com o campeão interino dos meio-médios, Colby Covington. O Ultimate ofereceu o combate para os lutadores em quatro oportunidades, mas ‘Chaos’ negou o duelo.

“Se fosse para enfrentar Covington no dia 30 de novembro, eu aceitaria na hora. Ele é o único cara que eu tenho realmente a intenção de machucar no octógono. Na verdade, eles me ofereceram a luta e eu aceitei, mas ele foi para a Casa Branca e voltou dizendo que não queria essa luta. Esse cara falou por muito tempo sobre o quanto ele queria lutar pelo cinturão. Quando o UFC lhe ofereceu a disputa no dia 8 de setembro, ele disse que não estaria pronto. Você não é o campeão, e sim o interino. Você está guardando o lugar. O campeão está pronto. Ele lhe deu a chance e você recusou. Só então eles foram atrás do próximo da fila, que era Darren Till. Agora você tem que sentar e esperar”, concluiu Kamaru.

Kamaru Usman tem um cartel com 14 lutas, 13 vitórias e uma derrota no MMA profissional. Ele não perde desde 2013 quando foi superado por Jose Caceres no CFA 11. O nigeriano em sua última luta venceu Demian Maia no UFC Chile em maio deste ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments