Garbrandt revela que tentou se matar na adolescência

O ex-campeão peso galo afirmou que após o término de sua carreira no wrestling, ele começou a usar drogas e tentou o suicídio

C. Garbrandt ainda não tem retorno marcado às lutas. Foto: Reprodução/Instagram Cody_nolove

O ex-campeão dos galos, Cody Garbrandt não conseguiu recuperar o título em sua segunda luta diante de TJ Dillashaw no dia 4 de agosto, na Califórnia (EUA). Agora, terá que se reerguer e trabalhar para retornar ao topo da divisão. Momento de ser forte como no instante em que sua carreira no wrestling teve fim durante sua adolescência. Em entrevista ao site “I Am Second”, ‘No Love’ revelou ter passado por momentos difíceis no último ano da escola e chegou a tentar se matar.

Veja Também

Com fratura na mão, Cody Garbrandt pode ficar fora por seis meses
VÍDEO: Assista o nocaute de TJ Dillashaw sobre Cody Garbrandt no UFC 227

Garbrandt contou que em seu último ano escolar teve que sair do wrestling e isso o motivou para fazer escolhas ruins. Foi o momento em que Cody começou a conviver com pessoas erradas, usar drogas e ter pensamentos negativos.

“Eu era adolescente, acho que estava no último ano do ensino médio, queria me tornar um campeão estadual novamente. Eu ganhei o estado como um calouro [mas] eu bati como um estudante de segundo ano [e] eu estava ferido como um júnior. Wrestling foi algo que eu fiz toda a minha vida e acho que perdendo a paixão por isso, eu não tive nenhum drive. Eu apenas me senti incomodado e entrei com a turma errada e comecei a fazer algumas drogas e festejar e meio que viver de maneira descuidada e isso quase consumiu minha vida. Eu senti como se minha estrada estivesse chegando ao fim”, explicou ‘No Love’.

Com a perda de sua ‘paixão’ pelo wrestling, Garbrandt revelou que por algum tempo não se sentia como ele mesmo. “Eu estava em um lugar muito escuro, um lugar muito escuro e quase me enforquei”, contou Cody.

Neste momento, Garbrandt teve o auxílio do irmão Zach que em um momento crucial e foi capaz de ajudá-lo a mudar sua vida. “Há uma parte da história em que Zach veio e interveio na minha vida, onde eu queria desistir”, disse Garbrandt

“Meu irmão entrou pela porta e salvou minha vida. É a primeira vez que falo sobre isso, mas eu nunca fui mais grato por ele. Ele entrou e derrubou a porta e me deu o maior abraço e sentou-se e chorou comigo e disse que tudo ia dar certo. Esse foi o dia em que realmente foi um ponto de mudança para mim e minha vida também”, concluiu No Love.

Aos 27 anos, Cody vai precisar novamente de toda ajuda possível para retornar ao topo. O ex-campeão teve em suas duas últimas lutas contra Dillashaw as primeiras derrotas da carreira profissional de MMA. Seu cartel é de 13 combates e 11 vitórias.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário