Após problemas no corte de peso, UFC retira cinturão de Nicco Montaño

Lutadora estava escalada para defender cinturão dos moscas contra Valentina Shevchenko, mas passou mal antes da pesagem oficial e precisou ser hospitalizada

Montano perdeu o posto de campeã do UFC. Foto: Reprodução / Instagram @nrmontano

O problema no corte de peso custou caro para Nicco Montaño. Após ser retirada de sua primeira defesa de cinturão contra Valentina Shevchenko no UFC 228, neste sábado (08) a norte-americana foi destituída do posto de campeã da categoria de moscas (até 56,7 kg.). A decisão foi anunciada pelo presidente da franquia, Dana White.

Veja Também

UFC 228: Campeã dos moscas, Montaño está fora após problemas com corte de peso
Cinco motivos para assistir o UFC 228 neste sábado

“O cinturão vai ficar vago, então o título está vago. Obviamente, Shevchenko está louca para lutar por este título. Então, estamos no processo agora de tentar fazer outra luta antes do fim do ano”, revelou o dirigente, em entrevista ao canal FOX Sports 1, dos EUA.

Montaño, de 29 anos, tornou-se a primeira campeã da categoria de moscas ao vencer o The Ultimate Fighter 26 (TUF 26), o reality show do UFC. Ela sagrou-se campeã em dezembro de 2017 e desde então não defendeu seu reinado. A norte-americana foi escalada para encarar a quirguistanesa radicada no Peru Valentina Shevchenko, mas o duelo nunca aconteceu. A campeã lidou com uma série de lesões que a forçaram a adiar o combate até o UFC 228. Porém, horas antes da pesagem oficial, a lutadora por ser hospitalizada por problemas no corte de peso. Irritados com a falta de lutas da atleta, os dirigentes do Ultimate perderam a paciência e destituiu Nicco do posto de campeã.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments