Dream: Fedor nocauteia Ishii e Bibiano conquista GP de pesos galos

Depois da estreia vitoriosa de Alistair Overeem e da aposentadoria de Brock Lesnar no UFC 141, outro evento de MMA movimentou o final de 2011. O Dream “New Year”, tradicional show japonês que acontece sempre na virada de ano, contou com 17 combates, sendo 10 de MMA, duas disputas de cinturão e um GP do peso galo. No torneio, o grande vencedor foi o brasileiro Bibiano Fernandes, que derrotou o compatriota Rodolfo Marques nas semifinais e o norte-americano Antonio Banuelos para sair com o título do GP. Na luta principal da noite, destaque para a lenda Fedor Emelianenko, que segue em busca da reabilitação e emplacou seu segundo triunfo consecutivo diante do japonês Satoshi Ishii, campeão olímpico de judô em Pequim, 2008.

Bibiano fatura GP
O manauara Bibiano Fernandes foi um dos grandes destaques da noite de réveillon no Japão. Com duas vitórias na mesma noite, o brasileiro conquistou o GP de pesos galos (até 62 kg.) e volta a figurar entre os melhores atletas da divisão. Na luta pela semifinal, Bibiano encontrou dificuldades contra o compatriota Rodolfo Marques. Mas após dois rounds de disputa os juízes deram a vitória para o atletas do Amazonas. Já na grande final, Bibiano precisou de pouco mais de um minuto para despachar o veterano Antonio Banuelos, ex-lutador do WEC. Logo no início da peleja, o atleta tupiniquim trabalhou com combinações de socos retos e chutes para derrubar o norte-americano. Já no chão, Fernandes continuou o castigo no ground and pound até o árbitro interromper a disputa e decretar o nocaute técnico.

Fedor vence mais uma
A lenda russa Fedor Emelianenko deu mais um passo em busca da reabilitação de sua carreira. Depois de sofrer três derrotas consecutivas e até anunciar sua aposentadoria, o ex-campeão do Pride voltou atrás e chegou ao segundo triunfo em série. Diante do japonês Satoshi Ishii, campeão olímpico de judô, em Pequim 2008, Fedor trabalhou os golpes retos diante de um assustado adversário. Sem se encontrar na luta em pé e sem conseguir derrubar Emelianenko, Ishii se tornou um alvo fácil para as investidas do russo. Aos 2m:30s de luta, depois de uma sequência de dois socos, o atleta nipônico foi ao solo e o árbitro interrompeu a disputa, sendo decretado o nocaute técnico. (clique aqui e assista a luta na integra)

Japonês defendem títulos do Dream
Os ídolos locais Hiroyuki Takaya e Shinya Aoki fizeram a alegria da torcida e mantiveram seus cinturões, ambos por decisão unânime dos juízes. Takaya passou por Takeshi Inoue e defendeu o título dos penas, enquanto Aoki derrotou Satoru Kitaoka e continua como campeão dos leves.

O evento de final de ano do Dream também contou com duas lutas de kickboxing e uma novidade: quatro de Pro Wrestling, com participação de lutadores conhecidos como Josh Barnett, Tim Sylvia, Kazushi Sakuraba e Peter Aerts.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments