Daniel Cormier rejeita trilogia com Jon Jones

Mesmo com a liberação do rival após um gancho de 15 meses, o campeão afirmou que não tem interesse de um novo encontro com ‘Bones’

D. Cormier deve se aposentar em março de 2019. Foto: Reprodução/Facebook @ danielcormiermma

Daniel Cormier não demorou muito para se pronunciar sobre a suspensão de 15 meses do rival, Jon Jones. Algumas horas após a punição do rival ser anunciada, durante o programa “UFC Tonight” da “Fox Sports”, o campeão revelou que não tem interesse de uma terceira luta contra ‘Bones’ no momento. Seu foco está voltado para o confronto com Brock Lesnar antes de sua aposentaria em março de 2019.

Veja Também

Com suspensão de 15 meses, Jones poderá voltar a lutar ainda em 2018
Brock Lesnar retorna a WWE, mas luta contra Cormier ainda deve acontecer no UFC
Jones pede duas lutas para poder ‘roubar’ cinturões de Cormier

“Eu acho que as pessoas ficam empolgadas, as pessoas ficam animadas com a perspectiva de nós lutarmos de novo, mas eu tenho uma luta com Brock Lesnar. Por que eu olharia para trás? Por que eu voltaria a olhar para Jones agora quando eu tenho uma luta? Obviamente, como competidor, eu quero lutar contra o cara que me derrotou duas vezes. Eu tenho uma briga maior com o Brock Lesnar. Por que eu deveria voltar?”, disse DC.

Cormier questionou a penalidade de apenas 15 meses imposta pela Agência Antidoping dos Estados Unidos. Para o campeão, outros lutadores que testaram positivo uma vez e receberam punições mais duras, enquanto Jones que é reincidente, a USADA impôs uma pena leve.

Devido a isso, o detentor de dois cinturões do UFC avisou a Agência Antidoping dos Estados Unidos que não deve mais ir a sua casa. “O negócio é o seguinte: quando se trata da USADA, eles não podem mais ir à minha casa às 6 da manhã. Qual é o ponto? Eles estiveram na minha casa 15 vezes. USADA, não venham mais à minha casa. Não precisa. Isso nunca vai acontecer comigo. Setenta vezes desde que comecei a lutar internacionalmente, e nunca cometi um erro”, disparou Cormier.

Cormier teve a primeira derrota na carreira ao enfrentar Jones em janeiro de 2015 no UFC 182. Em julho de 2017, ‘DC’ sofreu seu segundo revés. Logo após o combate, Jones testou positivo novamente para substâncias proibidas. Com isso, o confronto tornou-se uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário