Namajunas acredita que Bate-Estaca ‘merece ser a próxima desafiante’

A campeã peso palha revelou que o nocaute da brasileira sobre Karolina Kowalkiewicz: “deixou claro quem realmente merece ser a próxima desafiante ao cinturão”

R. Namajunas não luta desde abril deste ano. Foto: Reprodução/Instagram @rosenamajunas

Jessica ‘Bate-Estaca’ Andrade nocauteou Karolina Kowalkiewicz a 1min58 do primeiro round do evento co-principal do UFC 228 em setembro. Com grande atuação, a brasileira conquistou o bônus de ‘performance da noite’ e ainda chamou a atenção da campeã peso palha, Rose Namajunas. Sem lutar desde abril no UFC 223, a norte-americana admitiu que a paranaense merece ser a próxima desafiante ao título.

Veja Também

UFC 228: Com belo nocaute, Jéssica Bate-Estaca vence Kowalkiewicz e pede chance por cinturão
Bate-Estaca pede resposta de Namajunas sobre confronto no UFC 232: ‘Esperamos tempo demais’

“Mesmo após eu vencer Joanna pela segunda vez, pareceu não haver na divisão uma desafiante consistente. Sempre prestei atenção em Jéssica Bate-Estaca, mas vamos dizer que sua última performance mudou as coisas e deixou claro quem realmente merece ser a próxima desafiante ao cinturão. Mas ainda há outros talentos interessantes no peso palha”, falou Namajunas em entrevista ao site oficial do UFC.

Embora seja a campeã dos pesos palhas, Namajunas acredita que ainda precisa provar que é uma atleta completa. Isso porque, Rose crê que as pessoas a consideram a mesma lutadora que foi finalizada por Carla Esparza no TUF 20 Finale em dezembro de 2014.

Tatiana Suarez quer me desafiar, e as pessoas acham que eu ainda sou a mesma lutadora que foi derrotada por Esparza. Essa situação é interessante para eu ter a chance de não só provar algo a mim mesma, mas também ao resto mundo que eu estou verdadeiramente mais madura e sou uma lutadora completa, e não quem eu era quando tinha 22 anos de idade. Talvez, se eu chegar ao ponto de ter uma razão para subir de categoria, eu suba. Ainda tenho muitos assuntos a resolver no peso palha”, disse Rose.

Rose Namajunas conquistou o cinturão dos pesos palhas após nocautear a campeã da divisão, Joanna Jedrzejczyk no UFC 217 em novembro de 2017. A revanche contra a polonesa foi realizada em abril deste ano no UFC 223. A norte-americana venceu rival por decisão unânime dos juízes e manteve o título da categoria. Aos 26 anos, a lutadora tem em sua carreira 11 combates, sendo oito triunfos e três reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário