Demetrious Johnson explica troca do UFC pelo One Championship

Após sete anos no UFC, o lutador admitiu que precisava de novos desafios em sua carreira e vê a organização asiática uma oportunidade ‘que não poderia deixar passar’

D. Johnson deixa o UFC após sete anos. Foto: Reprodução/Facebook UFCBrasil

O ex-campeão dos mosca do UFC e lenda do MMA, Demetrious Johnson agora é atleta do One Championship. A mudança foi possível após a troca de lutadores entre o One e o UFC – o primeiro ‘trade’ na história das artes marciais mistas. Em teleconferência no domingo (28), ‘Mighty Mouse’ contou que se decidiu pela transferência de organização, pois necessitava de novos desafios em sua carreira. Além disso, o lutador ainda revelou o sonho de lutar no continente asiático como ocorria no extinto Pride.

Veja Também

UFC e One FC confirmam troca entre Demetrious Johnson e Ben Askren
UFC 227: Henry Cejudo faz história, destrona Demetrious Johnson e é novo campeão dos moscas

“Em determinado momento, senti que ainda sou muito jovem e queria tentar algo diferente na minha carreira. Eu sempre quis viajar pelo mundo e competir. Cresci assistindo artes marciais mistas asiáticas no Pride. Ter a oportunidade de viajar para a Ásia em uma nova categoria de peso é algo que eu não poderia deixar passar. (…) Agora sou um atleta do ONE e estou ansioso para ver o que acontecerá”, disse Johnson.

Segundo Johnson o ONE Championship mantém os valores das artes marciais como honra, integridade e respeito. O que também o motivou a integrar-se a organização.

“A primeira vez que assisti o ‘The Burmese Python’ [Aung La N Sang] lutar no último evento em Yangon, pude ver como a platéia reagiria quando ele entrava na jaula para lutar e depois que ele ganhou e como a multidão inteira estava dizendo seu nome. Eu posso ver que seus compatriotas, seu povo realmente o vê como um herói, não como um atleta que vai a um bar depois disso e bate em alguém na cara, eles honestamente são o lar de artes marciais e não é apenas misturado marcial artes”, falou Demetrious.

O ‘trade’ ou troca de atletas é algo comum em outros esportes, como na NBA. No entanto é a primeira vez que ocorre no MMA. Segundo Johnson os lutadores devem ter a opção de competir em diferentes organizações.

“Há várias pessoas envolvidas nisso: First Round Management, ONE Championship, [o presidente do ONE] Chatri Sityodtong, [o vice-presidente de operações] Matt Hume, o UFC… Foi um coletivo, pessoas se juntando e fazendo isso acontecer. E até mesmo Ben Askren. Então, acho isso ótimo. Acredito que se os lutadores quiserem ser negociados e competir em diferentes organizações, devem ter essa opção”, concluiu ‘Mighty Mouse’.

Demetrious Johnson encerra sua passagem no UFC após sete anos na organização. Sua estreia na franquia foi em fevereiro de 2011 quando venceu Norifumi Yamamoto no UFC 216. Em setembro de 2012, ‘Mighty Mouse’ conquistou o cinturão inaugural dos moscas com uma vitória sobre Joseph Benavidez. A partir deste momento foram 11 defesas de título, recorde do UFC. O norte-americano perdeu o título da divisão em agosto deste ano ao ser superado por Henry Cejudo. Em sua carreira no MMA profissional, o lutador tem 31 combates com 27 triunfos, três reveses e um empate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments