UFC 227: Henry Cejudo faz história, destrona Demetrious Johnson e é novo campeão dos moscas

Cotado como azarão, Cejudo impediu que Demetrious Johnson emplacasse sua 12ª defesa de título e se torna o segundo lutador a ser campeão da divisão de moscas

Cejudo faz história, bate Johnson e conquista cinturão dos moscas. Foto: Reprodução / Facebook ufc

A história foi feita no Staples Center em Los Angeles (EUA). O norte-americano Henry Cejudo quebrou a banca no UFC 227 e destronou Demetrious Johnson do posto de maior campeão da história do Ultimate. Ele derrotou DJ na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47) e rendeu o cinturão dos moscas. Ainda no primeiro assalto, ele prendeu o pé no octógono e parece ter sofrido uma torção no membro. Mas nem mesmo a contusão foi capaz de impedir uma luta quase perfeita do medalhista olímpico, anulando a velocidade de DJ para tomar o título do rival.

Veja Também

UFC 227: Dillashaw mostra soberania, volta a nocautear Garbrandt e mantém cinturão dos galos
Moicano e Marreta vencem no UFC 227; Polyana perde para americana
UFC 227: Brasileiros levam a melhor e saem com três vitórias no card preliminar

Confiante pelo triunfo diante do até então único campeão dos moscas, Cejudo já anunciou que pretende disputar o cinturão dos galos em sua próxima luta: “O vencedor dessa próxima luta, eu quero ele. DJ não subiu de divisão, eu vou subir. Eu quero esse cinturão também”

A luta

Demetrious Johnson começou sua 12ª defesa de cinturão como já esperado. Ele abusou da movimentação e frustrava as investidas de Henry Cejudo. DJ foi mais rápido para entrar e sair do raio de ação e frustrava o desfiante. O lutador de ascendência cubana ainda poderia ter deixado a disputa no início da peleja quando aparentemente prendeu os dedos na lona do octógono e torceu o pé. Ele pisou em falso em três oportunidades, mas trocou a base e conseguiu se manter vivo.

A partir do segundo assalto, a história do duelo começou a mudar. Cejudo marcou os chutes de Johnson e golpeava de encontro a cada investida do campeão. O desafiante ainda conseguiu uma queda no minuto final e terminou a parcial por cima.

O equilíbrio marcou o terceiro round. Demetrious seguia circulando pelo octógono e disparava chutes contra Cejudo. Por outro lado, o Henry marcou o tempo do campeão respondia com rápidos contragolpes. Cejudo esteve perto de voltar a derrubar, mas Johnson evitou bem e se manteve em pé.

Disposto a fazer história, Cejudo abriu o jogo no quarto round e caçou o campeão. Em uma troca franca de socos, o desafiante fez o Johnson dobrar os joelhos. Na metade da parcial, Henry conseguiu desequilibrar Demetrious e ficou quase dois minutos por cima. Mesmo sem golpear com contundência, ele forçou o desgaste de DJ que tentava se levantar sem sucesso.

Com a luta totalmente indefinida, o quinto assalto seria o responsável por definir o vencedor da disputa. Confiante pelo o que havia feito na parcial anterior, Cejudo balançou Johnson com um bom soco. Mas Johnson mostrou porque reinou por anos na categoria. No último minuto, Cejudo ainda derrubou, mas Johnson ficou de pé logo depois. Nos segundos finais, eles foram para o clinch e trocaram socos de forma franca, com vantagem para Henry Cejudo, que venceu a disputa na decisão dividida dos juízes  (48-47, 47-48, 48-47).

Resultados do UFC 227:

CARD PRINCIPAL

Peso galo: TJ Dillashaw derrotou Cody Garbrandt por nocaute técnico a 4m10s do R1

Peso mosca: Henry Cejudo derrotou Demetrious Johnson na decisão dividida dos juízes (48-47, 47-48, 48-47)

Peso pena: Renato Moicano derrotou Cub Swanson com um mata-leão a 4m33s do R1

Peso mosca: JJ Aldrich derrotou Polyana Viana na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-27)

Peso médio: Thiago Marreta venceu Kevin Holland na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-27, 29-26)

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Pedro Munhoz derrotou Brett Johns na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-26)

Peso galo: Ricky Simon venceu Montel Jackson na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Ricardo Carcacinha derrotou Kyung Ho Kang na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Sheymon Moraes venceu Matt Sayles na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Alex Perez derrotou José Torres por nocaute 3m46s do R1

Peso palha: Weili Zhang venceu Danielle Taylor na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Marlon Vera derrotou Wuliji Buren por nocaute técnico 4m53s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário