UFC 227: Brasileiros levam a melhor e saem com três vitórias no card preliminar

O card inicial teve a participação de três brasileiros que foram superiores a seus oponentes e conquistaram vitórias por pontos

S. Moraes (esq.), R. Carcacinha (cen.) e P. Munhoz (dir.) venceram no card preliminar. Foto: Montagem SL MMA Press

Os três primeiros brasileiros a subirem no octógono do Ultimate neste sábado (04) durante o UFC 227 saíram vitoriosos. O primeiro se apresentar foi Sheymon Moraes que superou Matt Sayles por decisão unânime dos juízes com um triplo 29-28 nos pesos pena. Na sequência, foi a vez de Ricardo Carcacinha venceu Kyung Ho Kang por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28) na categoria dos galos. Finalizando o card preliminar, em um grande embate, Pedro Munhoz derrotou Brett Johns na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-26) também na divisão até 61,2 kg.

Segunda apresentação de Sheymon no Ultimate

S. Moraes (esq.) consegue recuperação e vence M. Sayles (dir.). Foto: Reprodução/FacebookUFC

Com ‘ousadia e alegria’, Sheymon Moraes foi o primeiro brasileiro a subir no octógono do Ultimate em Los Angeles. O carioca em sua segunda luta na organização enfrentou o Matt Sayles e saiu com uma vitória por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28). O brasileiro aumenta seu cartel para 12 lutas, com 10 vitórias e duas derrotas.

O carioca não teve vida fácil no cage contra o ex-atleta do reality, Contender Series. Ele foi superior nos dois primeiros assaltos e resistiu a uma ofensiva do oponente no fim do terceiro roundo.

Sayles começou o primeiro round com os chutes baixos, enquanto o brasileiro conectou golpes mais contundentes no corpo. Sheymon aplicou uma sequência de uma joelhada na linha da cintura e um chute alto que acertou a cabeça de Matt que sinalizou que tinha uma cabeça dura. Moraes acertou um cruzado e um direto balançaram o oponente, e foi para o clinche acertou joelhadas e cotoveladas curtas. No minuto final round, o norte-americano encaixou um cruzado e colocou o carioca contra a grade, mas não conseguiu levar para o solo.

O brasileiro começou o segundo tempo com agressividade e entrou com um chute forte nas costelas do oponente. Em resposta, Matt deu uma joelhada voadora no vazio e logo em seguida tentou pegar as pernas do carioca. Sayles colocou um soco rodado e em resposta Sheymon acertou uma cotovelada. Ao perceber o fim do round, Moraes acelerou e desferiu alguns socos e chutes.

Nos cinco minutos finais, Sheymon acertou um dedo no olho do oponente e o árbitro avisou que tiraria um ponto se isso acontecesse novamente. Com o retorno do embate, Sayles colocou pressão e pôs o brasileiro contra a grade, mas Moraes saiu da pegada e voltou para o centro do cage. O carioca colocou um direto no rosto do norte-americano que respondeu com uma joelhada na cintura. Matt buscando pontuação desferiu combinações de boxe. Já o brasileiro, esperou o round terminar.

Carcacinha conquista sua terceira vitória na organização

R. Carcacinha em combate equilibrado leva terceira vitória consecutiva. Foto: Reprodução/FacebookUFC

Ricardo Carcacinha venceu Kyung Ho Kang por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28) em sua luta mais difícil em sua passagem de um ano no Ultimate. O peso galo brasileiro alcançou sua terceira vitória consecutiva e a quarta na carreira no card preliminar do UFC 227.

Carcacinha iniciou o round mostrando seu cartão de visita ao sul-coreano com um soco rodado que parou na guarda do oponente. Ricardo conectou uma boa combinação de golpes que encurralaram Kang nas grades do cage. Mesmo assim, Kyung conseguiu a reação por meio e duas quedas no brasileiro que o colocou lado a lado na pontuação.

O sul-coreano voltou para o segundo assalto buscando acertar as pernas do brasileiro que se impôs sobre ele. Kang foi colocado na grade novamente com ganchos na linha da cintura. Mas o Kyung conectou um golpe na base do brasileiro que ficou com as costas no chão. Em vantagem e por cima de Ricardo, seu rival golpeou dentro da guarda. O paulista travou um dos braços do oponente e inverteu a posição, colocando sul-coreano no chão e tentou aplicar uma chave de perna. Faltando pouco mais de um minuto para o round acabar Kang conseguiu ficar em pé e os lutadores realizaram uma trocação franca. Com poucos segundos para terminar o tempo, Carcacinha aplicou uma queda.

No round final, os lutadores trocaram chutes. Demonstrando mais calma, o brasileiro esperou uma abertura do sul-coreano para acertá-lo no rosto. Kang tentava conquistar pontos com alguns chutes nas pernas do paulista. Ele ainda colocou uma combinação jabs, diretos e chutes em cima de Carcacinha. Com menos de um minuto para o fim do embate, Ricardo tentou uma queda, mas o rival caiu e voltou a ficar em pé rapidamente.

Em luta frenética, Munhoz conquista vitória sobre Johns

P. Munhoz mostra sua superioridade sobre o galês e leva a vitória. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Mostrando sua superioridade, Pedro Munhoz derrotou Brett Johns em decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-26). Com a vitória, o brasileiro recupera no Ultimate e conquista seu 16º triunfo na carreira. O peso galo com sua apresentação no evento em Los Angeles deve deixar a nona colocação no ranking.

No primeiro round o brasileiro começa atacando o oponente com chutes altos e baixos. Em seguida, conecta uma sequencia de socos fortes no rosto de Johns. Em resposta, Brett encurta disâancia e tenta pegar as pernas do brasileiro. Pedro defende-se e volta a atacar o rival com socos. A luta se mantém frenética com um chute rodado de Munhoz sobre o galês que se defende. Em uma trocação aberta, Johns conecta dois socos que balançam Pedro. Munhoz mantem vantagem conseguindo melhores golpes. Na reta final dos primeiros cinco minutos, o brasileiro e o galês colocam bons golpes.

O segundo assalto inicia com um ritmo forte, com os oponentes trocando golpes no infight. Munhoz acerta um chute na linha de cintura que faz o galês cair e quase o leva a nocaute. Pedro trabalha por cima na meia guarda e tenta encaixar uma guilhotina, mas o oponente se defende. O brasileiro acerta perna de Johns que sente e sai mancando no cage. Pedro coloca o chute novamente, derruba o rival e tenta colocar uma chave de pé, mas o galês coloca a luta em pé.  Munhoz ao perceber que o adversário está vulnerável conecta muitos golpes que o derrubam. Ao fim do round, o brasileiro termina por cima e batendo no oponente.

Brett começa o terceiro tempo do combate com a perna esquerda para trás para se defender dos chutes do brasileiro. A perna que havia sentido no segundo round. Pedro coloca um chute baixo que derruba novamente Johns e o brasileiro tenta encaixar a guilhotina. Mostrando sua habilidade no jiu-jitsu, Munhoz continua trabalhando por cima e pontuando sobre o galês. Pedro sai da meia-guarda e conecta golpes no rosto de Brett. Johns consegue se levantar e põe o brasileiro na grade tentando pegar as pernas de Pedro para derrubá-lo. Na defesa, Munhoz esgrima o oponente.

Resultados UFC 227

DATA E HORÁRIO: 04/08/2018, a partir das 19h15 (horário de Brasília)

LOCAL: Staples Center, Los Angeles (EUA)

TRANSMISSÃO: Canal Combate

CARD PRINCIPAL (a partir das 23h)

Peso galo: TJ Dillashaw x Cody Garbrandt

Peso mosca: Demetrious Johnson x Henry Cejudo

Peso pena: Cub Swanson x Renato Moicano

Peso mosca: Polyana Viana x JJ Aldrich

Peso médio: Thiago Marreta x Kevin Holland

CARD PRELIMINAR (a partir das 19hh15)

Peso galo: Pedro Munhoz derrotou Brett Johns na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-26)

Peso galo: Ricky Simon venceu Montel Jackson na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Ricardo Carcacinha derrotou Kyung Ho Kang na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Sheymon Moraes venceu Matt Sayles na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca: Alex Perez derrotou José Torres por nocaute 3m46s do R1

Peso palha: Weili Zhang venceu Danielle Taylor na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Marlon Vera derrotou Wuliji Buren por nocaute técnico 4m53s do R2

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário