Após terceira vitória seguida, Smith desafia Jon Jones: ‘Quero ser o homem a derrotá-lo’

Em boa fase, Anthony Smith revela desejo em disputar o cinturão dos meio-pesados (até 93kg) contra Jon Jones

Smith finalizou Oezdemir na luta principal do UFC Moncton (Foto:Reprodução/FacebookUFC)

Anthony Smith vive, definitivamente, a melhor fase de sua carreira. Após finalizar Volkan Oezdemir, número 2 na divisão dos meio-pesados, na luta principal do UFC Moncton, realizado no último sábado (27), no Canadá, o lutador norte-americano já mirou seu próximo alvo: o ex-campeão Jon Jones. Sincero, Smith afirma que considera Jones favorito para a revanche marcada contra Alexander Gustafsson, em dezembro, e admite que vai torcer para que o ex-campeão reconquiste o cinturão até 93kg para, depois, ele ser o responsável por parar ‘Bones’.

Veja Também

Smith consegue reviravolta incrível e finaliza Oezdemir na luta principal do UFC Moncton
Vídeo: Assista os melhores momentos de Smith sobre Oezdemir no UFC Moncton

“Se ele não está preocupado com isso, o que ele está observando? Jon Jones deve se preocupar com Alexander Gustafsson primeiro. Eu acho que o desempenho foi exatamente um que Jones odiaria ver. Você não vai me vencer com apenas alguns socos fortes. Isso não vai acontecer. Mas se eu fosse Jon Jones, provavelmente estaria um pouco mais preocupado com Alexander Gustafsson do que comigo agora. (…) O melhor Jon Jones tem que aparecer para vencer essa luta. Ele alega que ele não treinou nada para a primeira disputa, então se o verdadeiro Jon Jones aparecer, eu imagino que ele vença. Espero que ele vença porque é quem eu quero enfrentar. Isso não é desrespeito para com o Gustafsson. Eu quero ser o homem a derrotar Jon Jones, mas ele precisa passar por Gus primeiro”, declarou Anthony em entrevista coletiva logo após sua vitória.

O triunfo sobre Oezdemir foi o terceiro em sequência de Smith, que havia nocauteado o ex-campeões Rashad Evans e Maurício Shogun, em junho e julho deste ano, respectivamente. Com quatro lutas realizadas em oito meses, o ‘Coração de leão’, como é conhecido ressalta que precisa descansar e recuperar o corpo para voltar a atuar em alto nível.

“Vou seguir em frente e esclarecer isso agora: eu disse que vou lutar com qualquer pessoa, a qualquer hora, em qualquer lugar, mas também disse que preciso de um descanso. Minha mão está muito machucada. Nós definitivamente vamos precisar de um raio-X. Minha perna está muito machucada. Então eu não quero nenhum desses idiotas que estão na divisão – nada contra Dominick Reyes, mas eu posso ver isso agora. Assim que eu chegar em casa na segunda-feira, eles vão me desafiar, e eu já disse que precisava de um descanso, e eles vão usar isso como uma oportunidade para dizer que estou correndo. Estou dizendo a vocês agora: eu preciso de um maldito descanso”, concluiu o lutador.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments