Maria Ribeiro explica apelido de ‘Mulher Maravilha’ antes de estreia no Brave

Brasileira fará sua estreia internacional, neste sábado (22), contra Micol di Segni no Brave 20

Maria Ribeiro explica origem do apelido. Foto: Divulgação

Uma das grandes promessas da CM System, a peso palha Maria Ribeiro fará sua estreia internacional neste sábado (22), no Brave 20, contra Micol di Segni. O evento será disputado em Hyderabad, na Índia e ela será a única representante do Brasil no segundo show organizado pelo Brave em território indiano.

Veja Também

Thiago Marreta encara Jan Blachowicz na luta principal do UFC Praga
Daniel Cormier é eleito o melhor lutador do ano pela ESPN

Apelidada pelos companheiros de equipe de “Mulher Maravilha”, Maria diz que a alcunha vem da disposição nos treinos e na diferença do seu comportamento fora dos ringues e tatames.

“Sou uma atleta que se dedica muito nos treinos, não tenho medo de levar porrada, vou para cima sempre. Na verdade, eu visto uma máscara quando vou treinar e lutar. É a máscara da Mulher Maravilha, digamos assim. Aquela guerreira, que leva porrada, que vai para o chão, que sai na porrada com todo mundo. E, fora desse ambiente, sou uma pessoa totalmente diferente. Sou delicada, feminina, sou uma mulher”, explicou Maria.

Encantada com a Índia, a peso palha brasileira declarou que pretende dar um show para o público local e revelou que vai buscar a luta de chão contra a adversária italiana, que é uma striker.

“Gente, eu estou alucinada com a Índia! É um país totalmente diferente do Brasil e estou adorando isso aqui. As pessoas são muito amigáveis. O único problema é o trânsito, que dá um medo (risos). Quero muito dar um show para a galera. Estudei minha oponente e sei que o ponto fraco dela é o jogo de chão. Uma hora a luta vai cair para o solo e vou me aproveitar”, garantiu.

O Brave 20 terá como atração principal um duelo peso médio entre o americano Sidney Wheeler e o sueco Khamzat Chimaev. Este será o penúltimo evento do Brave em 2018. No dia 28, a organização desembarca em Jedá, na Arábia Saudita, para completar um ano  com 12 edições em 12 países diferentes, incluindo o Brasil (Brave 11, em Belo Horizonte).

Card completo do Brave 20

Card principal

Peso médio: Sidney Wheeler x Khamzat Chimaev

Peso leve: John Brewin x Anas Siraj Mounir

Peso galo: Jalal Al Daaja x Kantharaj Shankar

Peso palha: Micol di Segni x Maria Ribeiro

Peso pena: Nelson Paes x Ali Qaisi

Card preliminar

Peso pesado: Rob Beech x Mandeep Singh

Peso galo: Kushal Vyas x Angad Bishit

Peso médio: Satendar Bankura x Oloan Silalahi

Peso leve: Farhat Hazrat Zada x Nidhin Koshy

Peso mosca: Sarabjit Singh x Satya Behuria

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments