Daniel Cormier é eleito o melhor lutador do ano pela ESPN

O atleta redefiniu em 2018 o legado que vai deixar ao MMA e por isso foi escolhido como o melhor lutador do ano pelo canal norte-americano de TV

D. Cormier conquistou o segundo cinturão no UFC 226. Foto: Reprodução/Instagram @dc_mma

Daniel Cormier redefiniu sua história e o legado que vai deixar para o MMA profissional em 2018. Neste ano, ‘DC’ ganhou o cinturão dos pesados ao vencer o campeão dominante, Stipe Miocic. Com isso, se tornou o segundo atleta a conquistar dois títulos simultaneamente e está no topo do ranking do peso por peso do UFC. Pensando nisso, o canal norte-americano da ESPN elegeu Cormier como o melhor lutador do ano.

Veja Também

Dana White quer que Cormier adie aposentadoria para enfrentar Jones
UFC 230: Cormier finaliza Lewis, defende cinturão dos pesados e desafia Brock Lesnar

“O universo é louco. Ainda mais quando você começa a pensar e aceitar que, ‘Eu seja o cara que ficou em segundo lugar’… A realidade é que minha carreira não era boa o suficiente para alcançar feitos inacreditáveis. Eu nunca fui o cara que estava no topo. Eu não consegui ser campeão olímpico. Eu estava em um ponto onde eu pensava, ‘isso já é bom o suficiente para mim’. Quando este ano se iniciou, eu falava, ‘só vou ter um pensamento: A chance de competir e ver onde posso chegar”, disseCormier em entrevista a ESPN.

O ano de Cormier

Em janeiro, Daniel colocou o cinturão dos meio-pesados em disputa contra Volkan Oezdemir no UFC 220. Cormier venceu ‘No Time’ por nocaute técnico a dois minutos do segundo round.

Algum tempo depois Cormier e Miocic foram convocados para serem os treinadores do TUF 27 e ao final do programa se enfrentaria em uma superluta pelo cinturão dos pesados.

Daniel não deu chances para o rival e o nocauteou no primeiro round da luta principal do UFC 226, dia 07 de julho. Assim, ‘DC’ entrou para a história do Ultimate ao se tornar o segundo lutador a ser campeão de duas categorias simultaneamente.

Encerrando o ano, Cormier defendeu o cinturão dos pesados contra Derrick Lewis no UFC 230, dia 3 de novembro, em Nova York (EUA). ‘DC’ finalizou ‘Black Beast’ a dois minutos e 14 segundos do segundo round.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário