Tyron Woodley pede para Kamaru Usman ‘parar de mentir’ sobre luta pelo título

O campeão dos meio-médios afirmou que não assinou contrato para lutar contra o nigeriano pela cinta e ainda quer enfrentar Colby Covington para unificar o cinturão da divisão até 77,1kg

Woodley chamou o nigeriano de ‘mentiroso’. Foto: Reprodução/Instagram twoodley

Kamaru Usman surpreendeu aos fãs ao revelar o contrato assinado para enfrentar Tyron Woodley pelo título dos meio-médios por meio de seu instagram, em dezembro de 2018. No início deste ano, o lutador nigeriano divulgou que o duelo deve ocorrer no UFC 235, dia 2 de março, no T-Mobile Arena em Las Vegas (EUA). Em resposta ao rival, ‘Chose One’ pediu para o ‘Pesadelo Nigeriano’ parar de mentir sobre luta pelo cinturão da divisão até 77,1kg.

Veja Também

Kamaru Usman revela contrato de luta com Tyron Woodley
Presidente do UFC afirma que Usman vai disputar cinturão com ou sem Woodley

“Isso significa que você é um mentiroso. Você acabou de dizer que foi assinado e um negócio feito certo? Você e Ali forjando minha assinatura? Eu amo como ‘The Bossman’ e você está tão perto. Pare com isso não é o seu estilo!”, escreveu Woodley em seu twitter.

Woodley deixou claro que ainda está em busca de um confronto com Colby Covington pela unificação pelo cinturão dos meio-médios. Entretanto, Tyron admitiu que ‘Chaos’ deve enfrentar Usman primeiro já que o nigeriano ocupa a segunda colocação. Kamaru está abaixo de Chose One e o ‘falastrão norte-americano’.

“Irmão. Pare de mentir para essas pessoas e deixá-las bombeadas com mentiras. Vai lutar Colby e você este ano. Ele tem que pegar esse ‘fraco’ primeiro”, postou Tyron.

Apesar das afirmações de Woodley, o presidente do UFC Dana White afirmou que Usman lutará pelo título independente do adversário.

“A luta vai acontecer, ou é Usman contra alguém pelo título”, revelou o comandante da franquia.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário