Presidente do UFC afirma que Usman vai disputar cinturão com ou sem Woodley

O ‘Pesadelo Nigeriano’ assinou um contrato com o Ultimate para disputa de cinturão dos meio-médios no UFC 235, entretanto o ‘Chose One’ não está garantido no duelo

D. White está perdendo a paciência com o campeão linear dos meio-médios. Foto: Reprodução/Youtube @ufc

O futuro do cinturão dos meio-médios do Ultimate continua indefinido após muitos rumores. Na quarta-feira (26) em entrevista ao programa norte-americano MMA Junkie Radio, o empresário de Kamaru Usman, Ali Abdelaziz afirmou que seu atleta assinou contrato para uma disputa de título no dia 2 de março, pelo UFC 235. No entanto, o campeão da divisão Tyron Woodley ainda não está confirmado no duelo.

Veja Também

Kamaru Usman domina Rafael dos Anjos, vence na decisão e pede por cinturão do UFC
Usman sobe para segundo lugar no ranking dos meio-médios após vitória no TUF 28 Finale
Usman revela proposta do UFC para encarar Covington em janeiro

O presidente Dana White afirmou que Usman lutará pelo título independente do adversário. “A luta vai acontecer, ou é Usman contra alguém pelo título”, revelou o comandante da franquia.

Não é a primeira vez que White desdenha Tyron. Woodley é campeão do UFC desde 2016 e já fez quatro defesas de cinturão. Mesmo assim, o mandatário da organização está ficando sem paciência depois de tantas dificuldades em arranjar uma nova luta para ‘Chose One’.

“Então, sabe o que acontece? O mundo gira sem você, garoto”, disparou Dana em entrevista realizada no início de dezembro após tentar acertar combate entre Woodley e Colby Covington no UFC 233.

Usman se mantém invicto no Ultimate após nove combates em três anos. Em seu último compromisso, Kamaru venceu Rafael dos Anjos em decisão unânime no TUF 28 Finale em novembro e se credenciou para disputar o título dos meio-médios.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário