Jones pede desculpas aos lutadores do UFC 232 após mudança de local

Desde que o anúncio da transferência para Los Angeles, ‘Bones’ vem pedindo desculpas aos atletas e garante que vai devolver aos fãs o que perderam

J. Jones volta após 15 meses de suspensão. Foto: Reprodução/Youtube ufc

O Ultimate anunciou a transferência do UFC 232 de Las Vegas para Los Angeles com menos de uma semana para sua realização. A mudança foi feita depois de um exame antidoping encontrar resíduo da substância proibida turinalbol no corpo de Jon Jones. Assim, a Comissão Atlética de Nevada vetou a participação do ex-campeão no show em Nevada, mesmo com a liberação da Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA).

Veja Também

UFC 232 sai de Las Vegas para Califórnia após problema em antidoping de Jon Jones
Lutadores reagem à nova polêmica de Jon Jones
Jon Jones pede desculpas por incidente no UFC 232: ‘Esse não é um erro que cometi’

Com a confirmação da mudança no domingo (23), os 26 atletas e suas equipes tiveram que viajam mais de 450km para chegar em Inglewood. Os transtornos fizeram os lutadores se pronunciarem de forma negativa em suas redes sociais. Mesmo assim, Jones vem pedindo desculpas aos colegas pelo aborrecimento.

“Me sinto bem. Não consigo me sentir de outra maneira. Fico mal pelos fãs, andei por aí pedindo desculpas a todos os lutadores do card que vi pessoalmente. Até agora, todos me perdoaram. Acho que preciso priorizar minhas emoções e salvá-las para depois da luta. Depois, definitivamente, planejo em devolver aos fãs o que perderam”, prometeu Jones em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie.

Jones recebeu a notícia que havia falhado no teste antidoping às vésperas do anúncio oficial do UFC. Isso fez com que o lutador temesse pelo que poderia acontecer com sua carreira com novo envolvimento com a USADA.

“Minha primeira reação foi de medo, fiquei um pouco assustado. Eu acabei de passar por muita coisa para voltar a este ponto e ter mais uma coisa acontecendo, foi o pior cenário possível. Eu estava só pensando, ‘De novo não…’ Fiquei muito grato de poder lutar, porque não lutar seria muito mais arrasador”, contou Jon.

Jones é ex-campeão meio-pesado do UFC e tem 23 lutas profissionais tem apenas uma derrota para Matt Hamill em 2009. Sua última atuação foi em julho de 2017, quando nocauteou Daniel Cormier e recuperou o cinturão, mas seu título foi retirado depois de ser flagrado no exame com sustâncias ilegais. ‘Bones’ foi suspenso por 15 meses pela USADA e fará seu retorno ao Ultimate no UFC 232.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário