Colby Covington acredita na vitória de Tyron Woodley no UFC 235

Mesmo depois de ser preterido pelo Ultimate, Colby apostou uma vitória fácil de Tyron sobre e Kamaru Usman e disparou: ‘Usman não é relevante, ninguém liga pra ele’

C. Covington não luta desde julho do ano passado. Foto: Reprodução/Facebook Colby Covington

Colby Covington seria o próximo desafiante ao título dos meio-médios contra Tyron Woodley, mas foi preterido pelo Ultimate. A organização optou por escalar Kamaru Usman para encarar o campeão da categoria no UFC 235, dia 2 de março, em Las Vegas (EUA). Em entrevista ao programa norte-americano The MMA Hour, ‘Chaos’ apostou em uma vitória fácil de ‘Chose One’.

Veja Também

Tyron Woodley planeja enfrentar Colby Covington após vencer Kamaru Usman
Colby Covington dispara contra Dana White: ‘Não tem moral ou valores’

O ex-campeão interino dos meio-médios não poupou os ataques ao ‘Pesadelo Nigeriano’. Covington afirmou que Usman não é um atleta relevante e menosprezou as vitórias que a levaram a uma luta pelo cinturão da categoria.

“Woodley (vence), é claro. Usman não é relevante, ninguém liga pra ele, as pessoas não querem vê-lo lutar. Ele não ganhou de alguém no Top 10 vindo de vitória. O cara apenas ganhou de lutadores que são rascunhos do que já foram (Rafael dos Anjos e Demian Maia), porque eu bati os dois. Eu aposentei aqueles caras, tirei a alma deles, não querem lutar mais, estão acabados. Depois de perderem para mim, desistiram, estão pensando em pegar mais alguns cheques e se aposentar”, falou Covington.

Não é a primeira vez que o Ultimate deixa ‘Chaos’ de lado e escala outro atleta para enfrentar Woodley. Em setembro do ano passado no UFC 228, a organização convocou Darren Till para lutar pelo título dos meio-médios. Na ocasião Covington foi impedido de lutar, pois precisava passar por uma cirurgia no nariz.

Pensando nisso, Colby acredita o Ultimate deve escolher outro lutador para disputar o cinturão dos meio-médios após o UFC 235.

“Quem sabe? Provavelmente vão tentar me passar para trás de novo e colocar outra pessoa. Mas o ponto é que ninguém mais está no topo. Apenas eu estou. Quem mais está lá?”, concluiu Colby.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário