Colby Covington dispara contra Dana White: ‘Não tem moral ou valores’

‘Chaos’ não ficou nada feliz em saber do confronto entre Tyron Woodley e Kamaru Usman e acusou o presidente do UFC de apenas pensar no dinheiro e não no respeito dos fãs

C. Covington não luta desde junho de 2018. Foto: Reprodução/Instagram @colbycovmma

O confronto entre Tyron Woodley e Kamaru Usman pelo cinturão dos meio-médios foi oficializado pelo Ultimate no domingo (06). Quem não ficou nada feliz com a notícia foi Colby Covington. Ele seria o próximo desafiante ao título e foi deixado de lado pela organização. Em entrevista ao programa norte-americano MMA Junkie Radio, ‘Chaos’ acusou o presidente do UFC, Dana White de apenas pensar no dinheiro e não no respeito dos fãs.

Veja Também

Tyron Woodley defende cinturão dos meio-médios contra Kamaru Usman no UFC 235
Woodley planeja confronto com Covington no início de 2019

“Eu realmente não tenho um relacionamento com Dana White, e eu não ligo a mínima para ele. Ele está lucrando — ele fez todo o dinheiro com os fãs, com todos os fãs que construíram esse esporte que eles venderam por quatro bilhões de dólares (aproximadamente R$ 14,9 bilhões, no câmbio atual). E Lorenzo é a razão pela qual o esporte é mesmo o que é. Então, Dana não fez nada. Ele era apenas o garoto de recados de Lorenzo. Ele segurava o casaco para ele e outras coisas. Dana conseguiu todo esse dinheiro e deixou isso subir à cabeça. Ele é um m****. Não tem moral ou valores”, disse Covington.

A relação entre White e Colby ficou estremecida em julho de 2018. Na ocasião, o comandante a franquia retirou o título de campeão interino de Covington após ele se recusar a enfrentar Woodley para fazer uma cirurgia no nariz.

“Dana White está na mídia dizendo: ‘Colby não está aceitando as lutas, nós não permitimos isso no UFC. Ele pode lutar em outro lugar’. Tudo ok, então, Dana. Vamos ver se você tem coragem. Vamos ver se você é um homem de palavra. Vamos ver se você pode se ater ao que você diz. Você disse que não permite isso no UFC? Tudo certo. Estou testando você, seu desgraçado. Vamos ver o tamanho da sua coragem. Me libere, desgraçado”, concluiu Colby.

Colby Covington conquistou o cinturão interino em junho de 2018 no UFC 225, quando derrotou Rafael dos Anjos. Aos 30 anos, ‘Chaos’ tem 15 lutas no cartel, sendo 14 triunfos e um revés. Sua única derrota na carreira foi o brasileiro Warlley Alves, em 2015 no UFC 194.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário