Cris Cyborg reconhece erro na luta com Amanda Nunes: ‘Agi totalmente na emoção’

Passadas quase três semanas do confronto, a paranaense admitiu que deixou de lado a estratégia, agiu na emoção e isso a expôs aos golpes da rival

C. Cyborg perdeu a invencibilidade de 13 anos. Foto: Reprodução / YouTube @ufc

Cris Cyborg foi nocauteada por Amanda Nunes aos 52 segundos do evento co-principal do UFC 232, dia 29 de dezembro. Passados quase 20 dias da superluta feminina, a paranaense admitiu ter deixado de lado a estratégia e agiu com a emoção diante da compatriota. Com isso, a ‘Leoa’ aproveitou a falha da rival e conseguiu colocar o golpe que a levaria a vitória.

Veja Também

Cris Cyborg recebe mais de R$38 mil por segundo em derrota no UFC 232
Vídeo: Amanda Nunes conta como foi conversa com Cris Cyborg ao final da luta
VÍDEO: Assista o nocaute de Amanda Nunes sobre Cris Cyborg no UFC 232

“Na verdade, na luta eu não fiz o que eu treinei. Agi totalmente na emoção, que era uma coisa que eu não estava fazendo faz tempo. Vê a luta da Holly Holm, foi totalmente diferente. E essa luta eu nem lembro dela direito. Agi totalmente na emoção, totalmente fora do que eu tinha treinado”, contou Cris em entrevista ao canal do Youtube PVT.

Cyborg permanecia com uma invencibilidade de 13 anos até ser derrotada no UFC 232. Cris admitiu que sabia que a derrota poderia acontecer, pois não iria ser invicta para sempre. A paranaense ainda afirmou que na trocação é 50% para cada lado e a noite foi de Amanda.

“Acho que fui abençoada de ter ficado tanto tempo invicta. Fiquei 13 anos. Fiquei dez anos campeã. Um dia acontece. E o dia da Amanda foi aquele dia. E quando você vai para a trocação, é 50% para cada lado. A gente tinha treinado para não fazer isso. Mas o instinto, ali, aconteceu”, explicou a ex-campeã.

Cris confessou que sentiu que um peso foi retirado de suas costas com o fim de sua invencibilidade. “Eu não sei explicar, mas saiu um peso das minhas costas. (…) Eu realmente sei o que o Anderson (Silva) sentiu, o que talvez o (José) Aldo tenha sentido na luta dele (contra Conor McGregor)… Sai um peso”, concluiu Cyborg.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário