Jessica Bate-Estaca acredita que vai nocautear Rose Namajunas no terceiro round

Em sua segunda chance de disputar o cinturão dos palhas, a brasileira garantiu que não vai deixar o resultado a mão dos juízes e vai para a trocação a fim de nocautear a campeã

J. Bate-Estaca vai fazer sua segunda disputa de título. Foto: Reprodução/Twitter ufcbrasil

Jéssica Bate-Estaca vai disputar o cinturão dos palhas com a campeã Rose Namajunas durante o UFC 237, dia 10 de maio no Brasil. Com o foco na conquista do cinturão da categoria, a paranaense garantiu que não vai deixar o resultado a mão dos juízes. Em entrevista ao site do canal Combate, a lutadora cravou em uma vitória por nocaute no terceiro round sobre ‘Thug’.

Veja Também

Jéssica Bate-Estaca vai enfrentar Rose Namajunas pelo cinturão dos palhas no UFC 237
UFC 228: Com belo nocaute, Jéssica Bate-Estaca vence Kowalkiewicz e pede chance por cinturão
VÍDEO: Assista o nocaute de Jéssica Bate-Estaca sobre Karolina Kowalkiewicz no UFC 228

“Eu me vejo nocauteando no terceiro round, quero a trocação, tentar nocautear e mostrar que evoluí na parte em pé. Todo mundo tem medo do meu chão. Sabem que, se eu colocar para baixo será uma luta diferente. Tenho que mostrar minha agressividade, gosto da luta em pé. A luta termina com o meu nocaute no terceiro round”, cravou Jessica.

A brasileira mantém preparação para o duelo que fez quando enfrentou Joanna Jedrzejczyk, dado que o estilo de luta de Namajunas e da polonesa é parecido.

“Estou treinando as mesmas coisas, evoluindo na trocação. É um ponto que venho melhorando. As minhas adversárias gostam de caminhar, circular no octógono. Estou aprendendo a encurralar melhor, a cortar o cage para achar mais as adversárias, para não fugirem de mim. O camp está muito bom, tenho treinado jiu-jítsu com o mestre Paraná. Estou sem lesão, está tudo ótimo”, contou a paranaense.

Bate-Estaca afirma que a conquista do cinturão dos pesos palhas será o ápice de sua carreira como profissional. A brasileira acredita se tornando a campeã tudo vai melhorar. No entanto, ela garante que a fama não vai mudar a pessoa que é hoje.

“As pessoas se deixam levar pela fama, mas serei a Jéssica de sempre, tirando fotos com todo mundo, com o segurança me puxando porque eu não quero sair de perto do povo. Vai ser assim pelo resto da vida”, concluiu Bate-Estaca.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário