Anderson confessa que Dana White negou proposta de luta com McGregor

O brasileiro propôs ao presidente do Ultimate um confronto com Conor, mas ele negou a oferta do ex-campeão: ‘não, não, não, não’

O confronto entre Anderson e Conor não deve ocorrer no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @spiderandersonsilva

Anderson Silva vai encarar Israel Adesanya no evento co-principal do UFC 234, dia 09 de fevereiro em Melbourne na Austrália. Uma vitória sobre o jovem nigeriano leva o brasileiro para uma disputa de cinturão dos médios. Em uma conversa com os jornalistas, ‘Spider’ contou que propôs ao presidente do Ultimate, Dana White um confronto com Conor McGregor. No entanto, o comandante da franquia negou a oferta do ex-campeão.

Veja Também

Anderson Silva afirma: ‘Israel é um ótimo lutador, mas não é meu clone’
Anderson Silva pede a liberação da reposição hormonal no UFC

“Conor é o melhor nome. Em primeiro lugar, Conor me desafiou. Eu conversei com Dana sobre isso, e ele disse ‘não, não, não, não’. E eu: ‘Sim, sim, sim, sim’. E ele: ‘Não, não, não, não’. E eu: ‘Sim, sim, sim, sim’. Por que não? É uma superluta. Seria muito interessante”, revelou Anderson na terça-feira (22).

Às vésperas do UFC 229, McGregor apresentou a ideia de um duelo durante uma entrevista. O brasileiro aprovou o combate, mas o irlandês ainda não respondeu ao desafio de Anderson.

Anderson Silva está de volta ao Ultimate após cumprir um ano de suspensão por doping imposta pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA). O brasileiro tem 43 combates, sendo 34 vitórias, oito reveses e uma luta sem resultado em sua carreira no MMA profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário