McGregor especula revanche após vitória de Aldo: ‘Vontade de lutar no Brasil’

Irlandês usou o Twitter para elogiar o público brasileiro, pediu um combate no país e até lembrou do famoso grito: 'Uhh vai morrer'

C. McGregor revela vontade de lutar no Brasil. (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

José Aldo mostrou na noite deste sábado (02), no UFC Fortaleza, que ainda é um dos maiores lutadores do mundo. O manauara nocauteou Renato Moicano e emplacou a segunda vitória consecutiva. Bastou o ‘Campeão do Povo’ ter o braço erguido novamente que um velho conhecido mandou uma mensagem pela internet.

Veja Também

UFC Fortaleza: José Aldo vence Moicano por nocaute e comemora nos braços da torcida
VÍDEO: Assista o nocaute de José Aldo sobre Renato Moicano UFC Fortaleza

Conor McGregor, que acompanhou o evento pela TV, usou sua conta no Twitter para revelar o surpreendente desejo de lutar no Brasil, especulando uma possível revanche contra Aldo.

“Que atmosfera incrível no Brasil esta noite. Eu adoraria competir lá, para os apaixonados fãs brasileiros, em algum momento da minha carreira. Estive perto de lutar no Rio no ano passado (contra Rafael dos Anjos). Era um negócio que estava fechado. Talvez na próxima vez. ‘Ui Vai Morrer!’. Ainda estou aqui”, provocou Conor.

Aldo responde

Ainda na coletiva após o UFC Fortaleza, José Aldo foi questionado sobre o desejo do rival e foi direto. ‘Seria ótimo! Se eu tivesse a oportunidade no peso de cima (categoria de leves, até 70,3 kg.), para mim seria melhor ainda, porque eu não iria sofrer na parte do peso. Pra mim seria ótimo essa luta…. Na primeira luta eu não pude mostrar meu trabalho e dessa vez o resultado seria diferente…’ afirmou.

Aldo x McGregor

O combate entre José Aldo e Conor McGregor foi aconteceu no UFC 195. em dezembro de 2015. Os lutadores chegaram a fazer um tour mundial para divulgar o duelo com provocações e brigas. Porém, no duelo, válido pelo cinturão dos penas, o irlandês nocauteou o brasileiro em apenas 13 segundos. Desde então, Aldo espera por sua revanche diante de Conor.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário