Francis Ngannou pede disputa de cinturão após vencer Velasquez no UFC Phoenix

O camaronês nocauteou Cain em apenas 26 segundos e reivindicou uma luta contra o campeão dos pesados, Daniel Cormier: ‘Depois dessa vitória eu mereço disputar o cinturão’

F. Ngannou tem oito vitórias em 10 lutas no UFC. Foto: Reprodução/Youtube ufc

Francis Ngannou nocauteou Cain Velasquez em apenas 26 segundos e calou a Talking Stick Resort Arena, no Arizona (EUA). O camaronês conquistou a segunda vitória consecutiva na luta principal do UFC Phoenix, no domingo (17). O triunfo credencia The Predator’ a uma disputa de cinturão dos pesados. Em entrevista coletiva pós-evento, o algoz do veterano pediu uma luta contra o campeão da categoria, Daniel Cormier.

Veja Também

Ngannou frustra retorno de Velasquez e vence ex-campeão em 26 segundos no UFC Phoenix
VÍDEO: Veja o nocaute de Francis Ngannou sobre Cain Velasquez no UFC Phoenix

“Eu me sinto muito feliz. Eu não sei, por alguma razão eu estava feliz a semana toda. Eu cheguei aqui para me divertir e para aproveitar a luta e agora estou vivendo um sonho. Mal posso esperar para o que vem depois. Acho que eu mereço a chance ao título. Depois dessa vitória eu mereço disputar o cinturão. Eu acabei de vencer o companheiro dele (Cormier) de treinos, então acho que mereço ficar frente a frente com ele”, reivindicou ‘The Predator’.

O camaronês disputou o título dos pesados contra Stipe Miocic no UFC 220, mas perdeu por decisão unânime. Na sequência foi derrotado por Derrick Lewis por pontos no UFC 226. Ao analisar os reveses, Ngannou disse que eles foram fundamentais para sua evolução.

“Sou um lutador melhor hoje em dia. A derrota me trouxe muita experiência sobre como lidar com elas, sou um lutador melhor hoje. Haviam coisas nesse meio que eu não sabia como funcionavam. Eu passei por tudo isso, caí e voltei. Sei exatamente o que é preciso para ser lutador e estou aqui por isso”, concluiu Francis.

‘The Predator’ está no Ultimate desde dezembro de 2015, quando nocauteou no segundo round. Desde sua estreia foram oito vitórias em 10 lutas na organização. Atualmente, o camaronês ocupa a terceira colocação no ranking dos pesados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments