Danny Roberts diz que não bateu em finalização de Claudio Hannibal e pede revanche contra o brasileiro

Lutador inglês não se conforma com a interrupção do árbitro Kevin Sataki e colocou a culpa de sua derrota no mediador

Hannibal encaixa chave de braço em Roberts. Foto: Reprodução / Facebook ufc

O inglês Danny Roberts ainda não digeriu a derrota diante do brasileiro Claudio Hannibal no UFC Londres, realizado no último sábado (16). O lutador voltou a afirmar que não desistiu da disputa durante a chave de braço encaixada pelo mato-grossense e que o árbitro errou ao interromper a disputa. Além disso, ele  já mira na revanche contra o atleta tupiniquim.

Veja Também

Com polêmica, Claudio Hannibal finaliza Danny Roberts e garante vitória brasileira no UFC Londres
VÍDEO: Assista a finalização de Claudio Hannibal no UFC Londres

Através de uma longa postagem no Instagram, Roberts reafirmou que não desistiu da luta, lamentou a interrupção do combate, disse que estava bem na disputa e fez duras críticas ao trabalho do árbitro Kevin Sataki.

“Primeiramente, eu gostaria de deixar uma coisa bem clara: eu não desisti, verbalmente ou de outra forma. Se quisesse desistir, eu teria usado minha mão direita – que estava completamente livre no momento em que o árbitro terminou a luta”, disse Roberts.

Em seguida, o lutador inglês não poupou críticas ao árbitro, colocando sob os ombros de Kevin Sataki o peso de seu revés.

“Eu posso entender que o árbitro pode não apreciar o fato de que, se eu perder, recebo metade do meu salário. Eu entendo que o árbitro pode não apreciar que eu tenha uma família jovem para cuidar. Eu também entendo que o árbitro pode não apreciar, ou mesmo se importar, que eu estou tentando construir algo que é maior do que eu, um legado. Mas o que não consigo entender é como o árbitro fez uma chamada tão ruim? O UFC é o maior evento do mundo, eu sou um atleta de primeira linha e, para mim, é justo que o padrão de arbitragem seja o mesmo”, completou o inglês antes de pedir a revanche contra o brasileiro Claudio Hannibal.

“Eu quero vingar a noite de sábado de forma adequada e a única maneira de fazer isso é conseguir uma revanche. Isso é mais do que lutar. Esta é a minha vida e não há saídas. Todo o respeito a Claudio, mas estou pronto para lutarmos novamente”, concluiu

Entenda o que aconteceu

Claudio Hannibal e Danny Roberts se enfrentaram no card principal do UFC Londres, realizado no último sábado. O brasileiro dominou a disputa durante os dois primeiros assaltos, mas o inglês começou melhor a disputa no terceiro round e chegou a aplicar um knockdown. Entretanto, Hannibal se recuperou na peleja no solo e atacou o rival com uma sequência de chaves. Primeiro pegou o calcanhar, bem defendido por Roberts, mas na sequência, ele esticou o braço no britânico. Na tentativa de sair da posição, Danny teria gritado e o árbitro entendeu que seria um sinal de desistência e interrompeu a luta.

Neste momento, Danny Roberts ficou revoltado com a decisão ainda no octógono, afirmando que não havia feito nenhuma menção em desistir do combate. Após alguns minutos de incerteza no octógono, o resultado o resultado foi mantido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário