Colby Covington volta a provocar Kamaru Usman: ‘Não sabe lutar em pé’

Norte-americano afirma que nigeriano seria um adversário mais fácil do que Tyron Woodley

C. Covington provoca K. Usman em programa de rádio. Foto: Reprodução/Facebook Colby Covington

Colby Covington, voltou a causar polêmica ao provocar o campão dos meio-médios (até 77,1 kg.) Kamaru Usman. Em entrevista ao ‘BJPENN Radio’, Covington afirmou que o desafio contra Usman seria mais fácil do que uma eventual luta contra o ex-campeão da categoria, Tyron Woodley.

Veja Também

Justin Gaethje sobre luta contra Edson Barboza no UFC Filadélfia: ‘Ele é assustador’
Donald Cerrone não acredita que aposentadoria de Conor McGregor seja real
Cain Velasquez confirma participação em evento de luta livre no México

No programa, Colby critica a questão física de Woodley, afirmando que o lutador se cansa muito fácil. Por outro lado, afirma que o jogo em pé do nigeriano não é eficiente o suficiente.

“Você sabe que é uma luta mais fácil”. Woodley é uma luta fácil. Ele não tem cárdio, mas Usman não sabe lutar em pé. Ele não sabe socar”, disse o norte-americano, que fez questão de afirmar que conhece bem o estilo de Kamaru. “Você sabe que eu assisti algumas de suas lutas e vi muitas falhas. Muitos buracos no seu jogo.”

Tanto Usman quanto Colby têm trocado farpas através da imprensa e, no início do mês, quase chegaram às vias de fato quando se encontraram em um aeroporto, logo após o UFC 235, em que o nigeriano conquistou o título dos meio-médios sobre Tyron.

Uma luta entre os dois está sendo programada, porém, a data ainda não foi confirmada pela organização.

Em sua trajetória no UFC, Covinton, de 31 anos, possui um histórico de 10 lutas, somando nove vitórias. A última luta de Colby foi em junho de 2018, quando superou o brasileiro Rafael dos Anjos, conquistando o cinturão interino da categoria. O posto de campeão interino foi retirado pelo UFC na sequência, quando ele não aceitou enfrentar o então campeão linear Tyron Woodley em setembro do ano passado.

Usman, de 30,  também conta com 10 lutas, mas nunca foi derrotado na organização. Sua última luta foi em março deste ano, quando conquistou o título a derrotar Tyron Woodley no UFC 235

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments