Cain Velasquez confirma participação em evento de luta livre no México

Ex-campeão peso pesado do UFC segue os passos de Ronda Rousey e estreará no Triplemania em agosto

C. Velasques anuncia participação em evento de luta livre. Foto: Reprodução / Instagram @officialcainvelasquez

Cain Velasquez está perto de realizar um grande sonho: participar de um evento de luta livre. O ex-campeão peso pesado será um dos convidados para o Triplemania XXVII, que acontecerá no dia 3 de agosto na Cidade do México. O anúncio aconteceu na tarde desta terça-feira (26).

O lutador é nascido nos Estados Unidos, mas sempre fez questão de mencionar sua ascendência com o país latino-americano. O evento se equivale à chamada lucha libre ou ao antigo telecatch.

Veja Também

Conor McGregor é acusado de agressão sexual na Irlanda
Lutadores reagem ao anúncio da aposentadoria de Conor McGregor
Khabib sobre aposentadoria de McGregor: ‘Só pode haver um leão na selva’

O primeiro Triplemania aconteceu em abril de 1993 e, desde então, acontece anualmente, contando com um grande número de admiradores por todo o mundo. O evento deste ano, entretanto, terá como grande estrela a participação de Cain, que se mostrou muito empolgado com o convite.

“Muito animado em poder participar no Triplemania XXVII e estar com todos os mexicanos que sempre me apoiaram. Muito obrigado por fazer parte do Triplemania XVII e estar com os fãs que sempre estiveram comigo”, disse o ex-campeão em uma rede social.

Cain não é o primeiro artista marcial a se aventurar no universo da luta livre. Outros lutadores já fizeram participações em eventos do mesmo estilo como o lendário boxeador Muhammad Ali, que em 1976 realizou uma luta de exibição com o japonês Antônio Inoki, um grande nome da luta livre mundial. Na ocasião, os atletas se enfrentaram dentro de suas modalidades.

Os ex-campeões de boxe, Mike Tyson e Floyd Mayweater também subiram aos ringues para participações especiais em eventos do gênero. O caso atual mais conhecido de um lutador de MMA é o de Ronda Rousey, que se aposentou oficialmente do octógono e mergulhou de cabeça no mundo da luta livre, sendo, hoje, uma das principais representantes da área.

Velasquez não luta desde fevereiro de 2019, quando foi derrotado pelo camaronês Francis Ngannou em uma luta relâmpago que marcou seu retorno ao UFC após mais de dois anos afastado por lesões. Cain possui em seu cartel 17 lutas, sendo 14 vitórias e três derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments