Conor McGregor é acusado de agressão sexual na Irlanda

Lutador chegou a ser detido e interrogado em janeiro, mas responde o processo em liberdade; Assessoria diz que acusação é apenas um 'boato falso'

C. McGregor é acusado de assedio na Irlanda. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Conor McGregor anunciou sua aposentadoria do MMA, na madrugada desta terça-feira (26), mas as polêmicas ainda continuam na vida do irlandês. Nesta tarde explodiu a notícia de que o lutador é investigado pela polícia da Irlanda sob uma  alegação de agressão sexual contra uma mulher, ocorrida em dezembro de 2018.

Veja Também

Conor McGregor surpreende e anuncia aposentadoria do MMA
Lutadores reagem ao anúncio da aposentadoria de Conor McGregor
Khabib sobre aposentadoria de McGregor: ‘Só pode haver um leão na selva’

A notícia foi publicada pelo jornal norte-americano ‘The New York Times’ citando quatro fontes ligadas ao caso.

De acordo com a suposta vítima, o crime teria ocorrido no Hotel Beacon, próximo à cidade de Dublin, capital da Irlanda. Na ocasião, McGregor foi detido em janeiro, interrogado pelas autoridades e liberado. O caso segue sob investigação e ainda não há uma acusação formal contra o lutador.

Em meio a especulações, Karen J. Kessler, assessora pessoal de Conor McGregor, divulgou um comunicado afirmando que a aposentadoria do lutador não tem nenhuma ligação com o processo na Irlanda. Ela ainda fez questão de chamar a acusação de boato.

“Esta história está circulando por algum tempo e não está claro por que está sendo noticiada agora. A presunção de que o anúncio da aposentadoria de Conor hoje está relacionada a este boato é absolutamente falsa. Se Conor lutar no futuro, deve ser num ambiente em que lutadores são respeitados por seu valor, suas habilidades, seu trabalho duro e sua dedicação ao esporte”, diz o comunicado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments