Lutador do UFC é detido na Espanha após roubar táxi e danificar quarto de hotel

Ex-desafiante ao cinturão meio-médio do Ultimate, Darren Till e quatro amigos aproveitaram momento em que taxista guardava as bagagens no veículo para bater em retirada

D. Till é detido na Espanha junto a mais quatro amigos. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Mais uma confusão envolvendo um atleta do UFC com a polícia. O inglês Darren Till, ex-desafiante ao título meio-médio (até 77kg.) da companhia, e quatro amigos foram detidos após vandalizarem um quarto de hotel na Espanha e tentarem roubar um táxi no local. A notícia foi divulgada pelo jornal espanhol, ‘El dia’. O atleta e seus companheiros estavam em Tenerife, uma grande ilha localizada ao largo da costa noroeste da África.

Veja Também

MC Guimê estreia como córner, mas vê derrota de amigo no Future FC
Duelo estratégico entre Islam Makhachev e Arman Tsarukyan fatura ‘Luta da Noite’ no UFC São Petersburgo
Alistair Overeem aplica nocaute em Aleksey Oleinik e vence luta principal no UFC São Petersburgo

Segundo informações, Till estaria hospedado em um hotel e foi expulso junto a seus amigos por terem quebrado móveis de um quarto do estabelecimento e esvaziado extintores de incêndio. O lutador foi prontamente expulso do local e, ao tentarem se registrar em outro hotel, não foram aceitos. Neste momento, solicitaram um táxi e, no momento em que o motorista alocava as bagagens no porta-malas, os suspeitos tomaram a direção do veículo e tentaram efetuar fuga, sendo capturados e detidos poucos momentos depois pela polícia local.

Darren, de 26 anos, é natural de Liverpoll, na Inglaterra, e estreou no UFC em 2015. Desde então, realizou oito lutas pela organização, tendo sido derrotado em duas ocasiões. Till chegou a disputar o título dos meio-médios em setembro do ano passado, quando foi derrotado pelo ex-campeão Tyron Woodley por finalização no segundo round.

Até o momento, não se sabe se Darren permanece detido ou já foi liberado pelas autoridades. O lutador ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário