Sob vaias, Rampage bate Hamill no UFC 130

Rampage Jackson (esq.) derrotou Matt Hamill (dir.)

Com vaias do público e lutas sem grandes emoções, o Ultimate Fighting Championship retornou, neste sábabdo (28), a Las Vegas, cidade que mais recebeu o evento, para a realização do UFC 130. No combate principal da noite, Quinton “Rampage” Jackson conseguiu impor seu jogo diante de Matt Hamill e venceu a peleja na decisão unânime dos juízes. Entre os brasileiros no programa de lutas, no card preliminar, Renan Barão derrotou Cole Escovado e Gleison Tibau finalizou o compatriota Rafaello “Trator” Oliveira. Já no card principal, os resultados não foram bons para os atletas nacionais: Jorge Santiago foi nocauteado por Brian Stann, enquanto Thiago “Pitbull” Alves foi superado por Rick Story.

 

Rampage anula Hamill e vence na decisão

Durante a promoção do evento, Quinton “Rampage” Jackson prometeu surrar Mat Hamill, mas dentro do octógono o que se viu foi um duelo fraco e sem grandes emoções. No inicio do combate, Hamill tomou a iniciativa com chutes baixos e socos na média distância. Já Rampage, esperava a movimentação de Matt para golpear no contra-ataque. A luta se desenvolvia sem ação, mas com o passar do tempo, Jackson anulou as tentativas de queda de seu adversário e soltou seu arsenal de golpes de boxe. Perdido no octógono, Hamill não conseguia encurtar a distância para buscar a queda e se tornava alvo fácil nas investidas de Jackson. No final de 15 minutos de disputa, Quinton “Rampage” Jackson venceu a peleja, sob vaias, na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27) .

 

Mir derrota Nelson

Na segunda luta mais importante da noite, o ex-campeão Frank Mir, apesar de uma fraca atuação, conseguiu impor seu jogo e, sem sofrer riscos, derrotou o perigoso Roy Nelson. Aproveitando sua força física, Mir atacou o oponente com joelhadas no clinch e socos na curta distância. Depois da vantagem de Frank no assalto inicial, os dois lutadores demonstravam cansaço nos assaltos seguintes e o duelo se tornou bastante monótono. Mir ainda conseguiu algumas quedas, mas não desenvolveu a luta no solo. Ao final, vitória de Frank na decisão unanime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

 

Com estrategia perfeita, Story vence Pitbull

O brasileiro Thiago “Pitbull” Alves é temido e respeitado por seu eficiente Muay Thai, mas o norte-americano Rick Story conseguiu traçar um plano de jogo para anular a trocação brasileiro. Com uma estratégia perfeita, Story encurtou a distância, com combinações de jab e direto, para se aproximar de Pitbull e buscar a queda. Thiago até conseguiu evitar a maioria das investidas, mas com um ótimo condicionamento, Rick não deixava espaços para o brasileiro soltar seus golpes. Depois de não se encontrar nos dois primeiros assaltos, Pitbull soltou o jogo no terceiro round e conseguiu conectar bons socos e joelhadas no norte-americano, mas já era tarde. Ao final do combate, os três juízes decretaram a vitória de Rick Story (29×28, 29×28, 29×28). Com o revés, o brasileiro chega à terceira derrota nas quatro últimas apresentações.

 

Jorge Santiago reestreia no UFC com derrota

A restreia de Jorge Santiago no UFC não foi da forma que ele esperava. Diante do duro Brian Stann, que é ex-fuzileiro naval nos Estados Unidos, o atleta brasileiro não conseguiu se encontrar deste o inicio da luta e acabou dominado pelo norte-americano. Maior e mais forte, Stann começou o combate controlando bem à distância e aplicando bons golpes de boxe, enquanto Santiago tentava surpreender com chutes na média distância. Faltando pouco mais de um minuto para o final do primeiro round, o americano encaixou um lindo cruzado, que levou o brasileiro a knockdown. Com uma sequência de socos na luta de solo, Brian castigou Santiago, que conseguiu se defender e continuar no combate até o final do primeiro assalto. Em desvantagem após o round inicial, “Jorginho” mudou a estratégia e buscou derrubar Stann, mas o americano se defendeu bem e manteve a luta em pé. Superior na luta, Brian continuava ditando o ritmo do segundo assalto, até que faltando pouco mais de dois minutos para o fim do round, em um rápido contra-ataque, o norte-americano aplicou um belo cruzado e levou o brasileiro novamente ao chão. Sem perder tempo, Stann aplicou diversos golpes na luta de solo até o árbitro encerrar a luta e decretar o nocaute técnico.

Tibau vence Trator no duelo brasileiro do evento
No duelo brasileiro do evento, o potiguar Gleison Tibau levou a melhor sobre o pernambucano Rafaello Trator. Após um primeiro round mais equilibrado, Tibau soltou seu jogo de quedas e usou os golpes na luta de solo para controlar a luta. Após chegar as costas de Trator, Gleison não perdeu tempo e encerrou a peleja com um belo mata-leão.

 

Renan Barão vence no card preliminar

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Renan Barão estreou com pé direito no UFC. Diante do norte-americano Cole Escovedo, o faixa-preta da Nova União abusou das quedas para levar o oponente para o chão e controlar a luta. Depois de levar vantagem nos dois primeiros assaltos, Renan voltou mais solto no último round. Com joelhadas voadoras, socos rodados e muita movimentação, o atleta potiguar garantiu o triunfo na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

 

Confira abaixo os resultados completos do evento:

 

Card principal:

Quinton Rampage Jackson enfrentará Matt Hamill;

Frank Mir derrotou Roy Nelson na decisão unânime dos juizes;

Travis Browne derrotou Stefan Struve por nocaute no R1;

Rick Story derrotou Thiago “Pitbull” Alves na decisão unânime dos juízes;

Brian Stann derrotou Jorge Santiago por nocaute técnico no R2;

 

Card preliminar:

Demetrious Johnson derrotou Miguel Torres na decisão unânime dos juízes;

Tim Boetsch derrotou Kendall Grove na decisão unânime dos juízes;

Gleison Tibau finalizou Rafaello “Trator” Oliveira com um mata-leão no R2;

Michael McDonald derrotou Chris Cariaso na decisão dividida dos juízes;

Renan Barão derrotou Cole Escovedo na decisão unânime dos juízes.

Deixe seu comentário