UFC realiza novo ‘facão’ e demite 19 lutadores, incluindo dois brasileiros

Ricardo Demente e Felipe Olivieri foram demitidos do UFC; juntos somaram uma vitória e duas derrotas na companhia

Demente foi demitido do UFC (Foto: Josh Hedges/UFC)

Demente foi demitido do UFC (Foto: Josh Hedges/UFC)

A temida barca de demissões do UFC voltou a fazer novas vitimas. A organização dispensou 19 atletas de seu plantel, incluindo dois brasileiros: Ricardo ‘Demente’ e Felipe Olivieri.

Veja Também

V. Luque vem de quantro vitórias consecutivas no UFC. (Foto: Jeff Bottari/UFC)
Em boa fase, Luque descarta pressão por lutar ‘fora de casa’: “Gosto de desafios”
Cyborg (esq) e Bethe (dir) discutiram na internet (Foto: UFC/Produção: SUPER LUTAS)
Cyborg e Bethe trocam farpas na internet, e curitiba dispara: “Vai para o circo!”

Os dois atletas tiveram passagem curta na franquia. Participante do TUF Brasil 3, Demente estreou finalizando Wagnão Gomes, em maio de 2014. Na sequência, foi superado por decisão dividida para Jake Collier, em junho de 2015. Contudo, o que mais prejudicou o peso médio foram os problemas com a USADA. Ele foi flagrado em dois exames antidoping realizados, complicando sua situação na companhia. Recentemente, o lutador declarou sua aposentadoria do MMA.

Olivieri, por sua vez, atuou apenas uma vez na franquia. Ele foi finalizado por Tony Martin, em janeiro de 2016. Atleta da Nova União, o peso leve também caiu em um exame antidoping, e recebeu a suspensão de um ano.

Além dos brasileiros os outros 17 atletas dispensados pela organização foram: Yusuke Kasuya, Chris Avila, Jason Novelli, Kyoji Horiguchi, Li Jingliang, Albert Tumenov, Brandon Thatch, Nikita Krylov, James Moontasri, Phillipe Nover, Nicolas Dalby, Dongi Yang, Erick Montano, Jocelyn Jones-Lybager, Kelly Faszholz, Valerie Letourneau, J.C. Cottrell.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário