Após problemas com a balança, Pezão anuncia subida para o peso pesado

Brasileiro, que não bateu o peso por duas vezes consecutivas, revelou que chegou a desmaiar no processo de corte de peso

Pezão não bateu o limite dos meio-pesados por duas vezes (Foto: Josh Hedges/UFC

Pezão não bateu o limite dos meio-pesados por duas vezes (Foto: Josh Hedges/UFC

Marcos Pezão perdeu a batalha contra a balança. Após não bater o limite de peso da categoria dos meio-pesados (até 93kg) em suas duas últimas lutas, o brasileiro anunciou que está subindo para a categoria dos pesos pesados.

A decisão foi tomada após sua derrota para Ovince St. Preux no UFC Nashville, realizado no último sábado (22). No dia anterior, durante a pesagem, Pezão bateu 95,2 kg, 1,8 kg acima do limite da divisão. Com isso, ele oi penalizado em 30% de sua bolsa, que foi para seu adversário.

Veja Também

Pezão (dir) dará 30% da bolsa a St. Preux (esq)
Pezão não bate o peso para duelo contra St. Preux no UFC Nashville
Swanson (dir.) bateu Lobov (esq.) no UFC Nashville. Foto: Jeff Bottari
Swanson vence amigo de McGregor e sonha com cinturão de Aldo; St. Preux finaliza Pezão

“Não é saudável para mim lutar com esse peso. Eu não me recupero bem. Eu fraturei a maçã do rosto e meu nariz depois de receber um golpe. Nem foi tão forte, mas o médico disse que provavelmente se fraturou porque meus níveis de potássio e cálcio eram muito baixos”, declarou o lutador, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Pezão também teve problemas com a balança durante a preparação para sua luta anterior, quando nocauteou Jeremy Kimball no UFC Denver, em janeiro. Na ocasião, o lutador, que extrapolou o limite da categoria por mais dois quilos (bateu 95,07kg), revelou que chegou a desmaiar duas vezes no processo de corte de peso.

“Na primeira vez eu estava na piscina, então não há problema, mas na segunda vez eu estava no banheiro, então eu desci e bati minha cabeça. Foi a primeira vez que algo assim me aconteceu. Mesmo quando eu cortei para 84kg eu estava bem, mas desta vez eu tive problemas. Meu corpo estava em seu limite. Eu estava com medo de como meu corpo reagiria durante a luta por causa da alta altitude, mas graças a Deus deu tudo certo. Foi uma boa luta. Eu me senti um pouco mais lento, mas eu ainda ganhei”, concluiu o lutador.

Semifinalista do TUF Brasil 3, Pezão fez sua estreia no Ultimate como peso pesado, quando nocauteou Rick Monstro em apenas 20 segundos. Na sequência, ele desceu para os meio-pesados e realizou mais seis lutas, obtendo três vitórias e três derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário