Garbrandt promete vender fita de nocaute sobre Dillashaw em treino

Campeão quer que rival escolha uma caridade para que ele doe o dinheiro arrecadado e desafiante devolve provocação

C. Garbrandt (foto) enfrentará Dillashaw no UFC 213 Foto: Jeff Bottari/UFC

C. Garbrandt (foto) enfrentará Dillashaw no UFC 213 Foto: Jeff Bottari/UFC

O norte-americano Cody Garbrandt, campeão peso galo do UFC, parece disposto a provocar seu próximo adversário, TJ Dillashaw. Ex-companheiro de treinos do desafiante, “No Love” garante ter uma fita de vídeo em que nocauteia TJ durante uma sessão de sparring. Garbrandt pretende vender o conteúdo e ofereceu ao ex-amigo a oportunidade de doar o dinheiro ganho à caridade.

Veja Também

Após duas lutas no peso pena, Renan Barão anuncia retorno aos galos
Sterling desafia Iuri Marajó para duelo em Las Vegas, em julho
Dana White revela que recusou oferta de US$ 5 bilhões pelo UFC

Em resposta à provocação do campeão, Dillashaw disse que os membros de sua ex-equipe estão forçando a barra e se irritou com a possibilidade de a fita ser divulgada. Ainda assim, TJ garantiu que vai escolher uma instituição e provocou o rival, que cresceu sem uma figura paterna em sua vida. O ex-campeão avisou que vai doar o dinheiro a uma caridade que trabalhe com meninos que não têm pai, como Garbrandt.

“Disse para ele fazer isso. Publique porque, primeiro, não acredito que haja esse vídeo e mesmo que ele publique…isso é mesquinho. Nós colocamos nosso suor, tempo e lágrimas na academia e ele tem um vídeo dele levando a melhor. E os 70% do tempo que eu levei a melhor e que Buchholz (Justin, treinador de Cody) tem gravado Na verdade, eu pouco me importo. No UFC 213, farei um vídeo ainda melhor em que eu o estarei nocauteando. E ganharei muito mais por isso. A caridade deveria ser algo para crianças sem pais, para que eles não cresçam como ele”, provocou Dillashaw, em entrevista ao podcast oficial do Ultimate, o “UFC Unfiltered”.

Ao saber que o adversário tocou em um ponto sensível de sua vida, Garbrandt retrucou rapidamente, por meio de suas redes sociais. O campeão peso galo comparou a situação de Dillashaw com a de Dominick Cruz. Assim como TJ, o ex-dono do cinturão peso galo também havia provocado Cody pela ausência de seu pai e o “Dominator” acabou derrotado no UFC 207.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário