Após UFC Japão, Gadelha e Frankenstein recebem suspensão médica

Brasileiros vão ficar um mês e meio e dois meses fora do octógono após perderem lutas no UFC Japão

C. Gadelha suspensa por um mês e meio (Foto: Reprodução Facebook UFC)

C. Gadelha suspensa por um mês e meio (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Após duas batalhas no UFC Japão da última sexta-feira, Claudia Gadelha e Henrique Frankenstein foram suspensos por médicos da comissão local. A peso palha fica fora por 45 dias e o meio-pesado, por dois meses (60 dias). Isso significa que nenhum dos dois poderá voltar a lutar no próximo mês e meio. Para a peso palha, a punição não deve fazer diferença, já que ela planeja um retiro do MMA, para reflexão de sua carreira.

Veja Também

VanZant está fora do UFC 216 (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Musa do UFC, VanZant se machuca e estreia na nova divisão é adiada
E. Tarvedyan (esq) conversa com R. Rousey (dir) Foto: Reprodução Facebook Ronda Rousey)
Técnico de Ronda explica ‘sumiço’ da pupila antes do UFC 207

Gadelha perdeu pela terceira vez no UFC e na carreira, mas apenas para a segunda oponente. Ela havia sido derrotada duas vezes pela atual campeã peso palha Joanna Jedrzejczyk e agora acabou perdendo para a compatriota Jessica Andrade, na decisão. Já Frankenstein foi derrotado pela quarta vez seguida, novamente por nocaute, para o ex-campeão mundial de kickboxing Gokhan Saki.

As suspensões dos brasileiros, porém, não foram as mais rígidas. Três lutadores foram suspensos por seis meses. Alex Morono, Daichi Abe e Hyun Gyun Lim. Morono terá que apresentar um raio-X que comprove que sua mão direita está curada de lesão, se quiser voltar antes desse período. Já Abe e Lim, que se enfrentaram em grande duelo da porção preliminar, com vitória do primeiro, também precisam de atestados médicos que comprovem melhorias em lesões no rosto e no olho, respectivamente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário