Darren Till pretende desafiar Perry após ‘nocautear Cowboy’

Promessa inglesa garante que irá vencer veterano Donald Cerrone no UFC Polônia do dia 21 de outubro

Till enfrentará Cerrone em outubro (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)

Till enfrentará Cerrone em outubro (Foto: Reprodução/Twitter UFCEurope)

O inglês radicado no Brasil Darren Till terá a luta mais importante da sua carreira no dia 21 de outubro. Ele enfrenta o veterano Donald Cerrone na luta principal do UF Polônia. Porém, o lutador da Astra Fight Team parece já estar olhando além de Cowboy. Ao saber que Mike Perry estaria presente ao evento, Till declarou que irá desafiá-lo após “nocautear Cerrone”.

Veja Também

Lawler x Dos Anjos acontecerá no Canadá (Foto: Reprodução Twitter ufc)
UFC anuncia Rafael Dos Anjos x Robbie Lawler para dezembro
D. Johnson quer ficar nos moscas (Foto: Reprodução Instagram ufc_brasil)
Após recorde, Johnson garante que permance no peso mosca
K. Lee falou do corte de peso (Foto:Reprodução/Youtube UFC)
Kevin Lee admite: ‘Não lembro como bati o peso para o UFC 216’

Através do Twitter, Perry e Till trocaram farpas, iniciadas pelo norte-americano. “Platinum” vem de vitória brutal sobre Alex Reyes, que substituiu o brasileiro Thiago Pitbull no UFC Pittsburgh. Ele disse que iria para a Polônia como lutador convidado e estava animado para ver “Cerrone tirar a invencibilidade de Till”. O inglês retrucou, dizendo que faria o que quisesse com Perry, chamando-o ainda de “maldito anão”.

“Eu acho que é uma boa luta para se fazer, pois Mike sempre entra para lutar e gosta de falar m…Eu também entro para lutar e não dou para trás. Então acho que eu e ele poderíamos ter uma grande promoção para nossa luta, seja nos Estados Unidos ou em Liverpool. Eu acho que ele está mesmo na Polônia, então assim que eu nocautear Cerrone, irei chamá-lo para o octógono”, declarou Till ao site norte-americano MMA Fighting, elogiando seu possível adversário.

“Essa é definitivamente a luta a se fazer. Ele é bom, jovem e está faminto por sucesso. Ele vem nocauteando seus adversários, então temos que respeitar isso. Vamos resolver isso dentro do octógono”, desafiou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário