Covington menospreza habilidades de Demian: ‘A trocação dele é patética’

Covington, que enfrenta Demian Maia no próximo dia 28, em São Paulo, prometeu nocautear o brasileiro

Covington luta contra Demian no UFC São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter ColbyCovington)

Covington luta contra Demian no UFC São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter ColbyCovington)

Colby Covington é, definitivamente, mais um integrante do time de lutadores ‘falastrões’ do MMA. Prestes a enfrentar o maior desafio de sua carreira no UFC São Paulo, no próximo dia 28, quando medirá forças com Demian Maia, o atleta da American Top Team não quis saber de mostrar respeito ao brasileiro. Confinante, o ‘Chaos’, como é conhecido, debochou das habilidades na trocação do brasileiro, prometendo nocautear o ex-desafiante da categoria dos meio-médios.

Veja Também

R. Dos Anos: perto do título (Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil)
Dana garante que Dos Anjos lutará pelo título se vencer Lawler
Woodley (foto) se revoltou com RDA (Foto: Reprodução/Twitter UFC Brasil)
Woodley rebate provocação de Dos Anjos: ‘Fale com meu punho’

“Eu poderia amarrar uma mão nas costas e ainda vencê-lo na trocação. As habilidades dele na trocação são patéticas. O seu jogo em pé só é eficiente contra caras que estão preocupados com quedas. Você acha que estou preocupado em levar uma queda dele? Ele tem um nível júnior de quedas. Essas quedas não funcionarão em um all american wrestler que defende esse tipo de coisa desde os cinco anos de idade. Sou um lutador completamente evoluído. (…) Colocarei o Demian Maia para dormir”, declarou em entrevista ao site ‘Bloody Elbow’.

Tido como um dos principais nomes para o futuro do meio-médio, Covington vem de quatro vitórias consecutivas, batendo nomes como Bryan Barberena e Dong Hyun Kim. Se passar por Demian, certamente se colocará na disputa por uma chance para enfrentar o campeão Tyron Woodley. Contudo, ele teme que os juízes brasileiros possam ‘roubar’ seu triunfo, mas garante que não deixará o combate ser decidido por pontos.

“Sim, com certeza. Esse sempre é um fator. Nós tivemos juízes fraudulentos no passado, quando atletas que lutaram pelo Brasil nesses cards, e conseguiram a vitória quando claramente perderam suas lutas. Esse sempre será um fator que passará pela cabeça, mas eu treinei muito duro. Treinei para derrotar Demian Maia, então não deixarei para as mãos dos juízes. Eu vou lá e vou acabar com o Demian. Vou mandar o meu recado e conseguir a minha chance contra o Tyron Woodley”, concluiu o lutador norte-americano.

Aos 29 anos, Colby Covington tem um cartel com 12 vitórias e somente uma derrota, quando foi finalizado por Warlley Alves no UFC 194, em dezembro de 2015. No Ultimate desde 2014, já venceu sete oponentes na casa, incluindo uma finalização contra Wagnão Silva, participante do TUF Brasil 3, em Belo Horizonte.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário