Vitor Belfort enfrenta Uriah Hall em sua última luta no UFC, em janeiro

Vitor Belfort anunciou em suas redes sociais que enfrentará Uriah Hall dia 14 de janeiro, ainda sem local confirmado

Belfort e Hall se enfrentam dia 14 de janeiro (Foto: Reprodução/Instagram VitorBelfort)

Belfort e Hall se enfrentam dia 14 de janeiro (Foto: Reprodução/Instagram VitorBelfort)

Acabou o mistério! Vitor Belfort já tem data e adversário definidos para realizar a última luta de seu contrato no UFC. Ele enfrenta o jamaicano Uriah Hall dia 14 de janeiro, ainda sem local confirmado, em duelo válido pela categoria dos médios (até 84kg). A informação foi divulgada pelo próprio lutador, que postou em suas redes sociais na manhã desta quinta-feira (19).

Veja Também

Till (dir) ameaça Cerrone (Foto: Reprodução Instagram UFC)
Darren Till avisa: ‘Se Cerrone trocar comigo, vai morrer’
Cyborg quer igualdade antes do UFC 219 (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Cyborg rebate Holm e pede mesmos testes: ‘Não quero desculpas dela’

“Acabo de assinar o contrato para lutar no UFC, dia 14 de Janeiro. Eu sempre busquei grandes desafios e na minha última luta no UFC não poderia ser diferente. Uriah Hall, será uma honra dividir o octógono com um lutador tão novo e talentoso. Obrigado por aceitar a luta!”, escreveu Vitor em seu Instagram.

Belfort não atua desde junho deste ano, quando derrotou Nate Marquardt no UFC 212, quebrando uma sequência de três lutas sem vitórias, sendo dois nocautes e uma luta sem resultado. Ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate, o ‘Fenômeno’ já disputou o cinturão dos médios em duas oportunidades, contra Anderson Silva e Chris Weidman, mas foi nocauteado em ambas. Aos 40 anos, acumula um cartel com 26 triunfos, 13 reveses e um no contest.

Hall, por sua vez, vive fase parecida com a do brasileiro. Após sofrer três derrotas consecutivas, se recuperou ao nocautear Krzysztof Jotko em setembro deste ano. Vice-campeão do TUF 17, já soma 13 combates na organização, sendo sete resultados negativos e seis positivos. Ao todo, são 13 vitórias e oito derrotas como profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário