Mark Hunt é liberado por médicos e desafia Fabricio Werdum

Neozelandês viajou aos Estados Unidos para se consultar com médicos especializados e vai voltar a lutar

M. Hunt e F. Werdum lutaram no UFC 180 (Foto: Reprodução Facebook Mark "Super Samoan" Hunt)

M. Hunt e F. Werdum lutaram em 2014 (Foto: Reprodução Facebook Mark “Super Samoan” Hunt)

Após ser retirado do UFC Sidney por preocupações relacionadas à sua saúde, o peso pesado Mark Hunt foi liberado por médicos e deve voltar em breve ao octógono, segundo informações do jornal “Daily Telegraph”. E, se depender do neozelandês, ele já tem o adversário ideal para o seu retorno: o brasileiro Fabricio Werdum, que o substituiu no evento australiano há algumas semanas.

Veja Também

Aldo seguirá na ativa (Foto: Reprodução Facebook UFC)
José Aldo quebra o silêncio após derrota no UFC 218: ‘Sempre otimista’
M. Bisping admitiu erro em luta na China (Foto: Reprodução Facebook UFC)
Bisping admite erro ao aceitar luta com Gastelum no UFC China
V. Belfort se emocionou com irmã (Foto: Reprodução Facebook ufc)
Belfort fala de aposentadoria em carta à irmã desaparecida

Zen Ginnen, empresário do “Super Samoan”, inclusive, já tem um data para a possível luta entre seu cliente e o ex-campeão brasileiro: o UFC 221, que vai ocorrer em Perth, na Austrália, no dia 10 de fevereiro. Os dois já se enfrentaram em novembro de 2014, quando Werdum nocauteou Hunt no segundo round do UFC 180 para se tornar campeão interino dos pesados no México.

“Gostaríamos que Fabricio Werdum fosse o adversário de Mark em Perth, na Austrália. Nós acreditamos que Francis Ngannou é o próximo na fila para a luta pelo título contra Miocic. Então, gostaríamos de enfrentar Fabricio e estar na fila pelo título para o final de 2018”, declarou Ginnen, que admitiu que o UFC ainda será comunicado do resultado dos exames.

Hunt foi retirado do UFC Sidney após admitir que tinha algumas dificuldades para se lembrar de certos eventos, citando possíveis problemas com o excesso de socos que levou na cabeça. O lutador chegou a acusar Dana White de ter retirado-o do evento por conta do processo que move contra a organização – nele, Hunt acusa o Ultimate de saber que Brock Lesnar estava sob efeito de esteroides quando o enfrentou no UFC 200.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário