Michael Bisping dá conselho a Anderson Silva: ‘Está na hora de se aposentar’

Apesar de mostrar respeito à lenda brasileira, ex-campeão dos médios afirma que ‘Spider’ deve se retirar do esporte após nova derrota

M. Bisping (foto) aconselha A. Silva a se aposentar. Foto: Reprodução/Instagram @mikebisping

O ex-campeão do UFC, Michael Bisping declarou que Anderson Silva deve se aposentar do MMA. Em entrevista concedida à ESPN após o UFC 237, no último sábado (11), o, agora comentarista, afirmou que ‘Spider’ é uma lenda, mas que seu tempo já passou. O paulista foi derrotado por nocaute em duelo contra Jared Cannonier no último final de semana.

Veja Também

Ultimate confirma Tony Ferguson contra Donald Cerrone para o UFC 238, em junho
Anderson Silva recebe suspensão médica de seis meses após UFC 237; Jéssica Andrade é afastada por 45 dias
Vídeo: Fã recria nocaute de Jéssica Bate-Estaca sobre Namajunas em animação; Assista!

“O tempo chegou para ele. Com todo o respeito, Anderson Silva precisa se aposentar. Ele já fez muito para o esporte. Não precisa provar mais nada. Aproveite a aposentadoria”, disse Bisping.

Famoso por suas declarações sempre polêmicas, Michael, desta vez, fez questão de utilizar argumentos válidos para comentar sobre a situação de Anderson, que em suas últimas oito lutas, venceu apenas uma, em 2017.

Anderson Silva é uma verdadeira lenda do esporte. Ele foi campeão por muito tempo, mas tem 44 anos. Muita gente se pergunta: ‘Por que ele ainda está lutando?’ Acho que esta noite, apesar de ele parecer bem, a luta obviamente acabou”, comentou Michael. “Ele levou um chute na perna e acho que rompeu o ligamento do joelho (ainda não foi confirmada a lesão do atleta pelos médicos). Acho que nunca mais veremos Anderson lutar novamente. Ele certamente não precisa”, finalizou o ex-lutador.

Bisping, inclusive, já teve a oportunidade de enfrentar o lendário lutador em 2016. Na ocasião, o norte-americano derrotou Silva em um resultado polêmico. Em um determinado momento da luta, Anderson pensou ter vencido o adversário por nocaute após aplicar uma joelhada voadora no rosto do oponente. O golpe, no entanto, foi aplicado após o fim do round e não foi validado. Por fim, Michael foi declarado o vencedor do duelo em decisão unânime dos juízes, após ‘Spider’, novamente, ter abusado das ‘brincadeiras’ dentro do octógono.

Com estilo único e incomparável, Silva fez história no MMA após ter realizado 10 defesas de cinturão em sequência. Por muitos anos, o lutador foi considerado o principal nome da organização e, hoje, é tido, para muitos, como o maior lutador das artes marciais mistas de todos os tempos.

Após o UFC 237, o atleta aguarda o resultado dos exames que constatarão se houve, ou não, o rompimento dos ligamentos do joelho causado pelo forte golpe de Jared Cannonier na luta co-principal do evento. Caso seja confirmado, a recuperação é longa e ‘Spider’ poderia voltar a lutar provavelmente apenas em 2020, próximo dos 45 anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário