Adversário de Vicente Luque é flagrado no doping e substituído no UFC Rochester, neste sábado

Neil Magny enfrentaria atleta brasileiro, porém após testar positivo para substância proibida, foi afastado do card; Derrick Krantz substitui norte-americano

V. Luque tem novo adversário para o UFC Rochester, neste sábado. Foto: Reprodução/Instagram @luquevicente

O experiente Neil Magny foi flagrado no exame antidoping e retirado do UFC Rochester, que acontece neste sábado (18). Na madrugada desta quarta-feira, o Ultimate anunciou que Derrik Krantz realizará sua estreia na organização e enfrentará o brasileiro Vicente Luta co-principal da noite em combate no peso meio-médio (até 77kg.).

Veja Também

Kevin Lee promete batalha sangrenta contra Rafael dos Anjos neste sábado
Empresário de Fabrício Werdum acredita em volta por cima do atleta após caso de doping
Jon Jones reduz chance de luta contra Daniel Cormier nos pesados: ‘Ele levaria vantagem na força’

Para o lugar de Magny, a diretoria do UFC decidiu dar uma oportunidade ao norte-americano Derrik Kranz. Com 24 vitórias e 10 derrotas na carreira, o estreante no Ultimate, Derrik, vem de uma boa sequência de quatro triunfos seguidos e chega como azarão para tentar estragar a festa de Vicente.

Vicente Luque nasceu nos Estados Unidos, mas é filho de mãe brasileira. O atleta, assim como seu novo adversário, luta para aumentar sua sequência de vitórias, que também é de quatro embates. No Ultimate desde 2015, Luque atualmente figura na 15ª posição da categoria. Magny, adversário escalado antes do caso de doping, ocupava a 13ª.

A retirada de Neil do card frustrou os planos do brasileiro de subir sua posição na divisão.

Na tarde de ontem, Neil Magny se manifestou sobre o afastamento do evento por meio de uma rede social.

“Durante toda a minha carreira no MMA eu fui muito transparente. Não tenho medo de admitir quando estou errado. No sábado (11), eu recebi um e-mail da USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) afirmando que eu fui flagrado após um exame no período de competição”, escreveu o atleta.

Magny disse que está colaborando com as investigações da USADA e espera que tudo seja esclarecido o mais rápido possível.

“Eu sempre fui um defensor rigoroso de testes de drogas no UFC. Sei que, sem dúvidas, fiz tudo de acordo com as normas da Agência. Tenho fé que a situação será resolvida em tempo útil e que serei absolvido”, finalizou o atleta.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

As many of you know, I had to withdraw from my sceduled bout against Vicente Luque on Saturday, May 18th. I want to apologize to him, as I know how difficult it is to lose an opponent days out from a fight. Throughout my MMA career I have been very transparent. I am not afraid to admit when I am in the wrong. On Saturday, May 11, 2019, I recieved an email from USADA stating that I have been flagged due to an “out of competition drug test”. The flag was due to a metabolite of the substance “Di-Hydroxy-LGD-4033”. I have fully cooperated with USADA thus far to determine how this substance was found in the sample I provided them on May 5, 2019. I have always been an advocate for the strict drug testing in the UFC, even to the extent of opting for my collected samples to be used for research purposes by USADA. I know without a doubt that I have done everything according to the standards set by USADA. I have faith in USADA that this situation will resolved in a timely manner and that I will be cleared of any wrong doing. To all of my fans and supporters, thank you. I assure you that I have not let you down.

Uma publicação compartilhada por Neil Magny (@neil_magny170) em

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário