Colby Covington dispara contra Jon Jones: ‘Eu o destruía na faculdade’

Atleta meio-médio afirma que costumava vencer campeão meio-pesado em disputas de Wrestling no passado

C. Covington (foto) provoca J. Jones.. Foto: Reprodução/Instagram @colbycovmma

O falastrão Colby Covington voltou a causar polêmica no mundo do MMA. O alvo da vez foi o campeão meio-pesado (até 93kg.), Jon Jones. Em entrevista recente ao programa ‘BJ Penn Radio’ o atleta confessou que costumava derrotar ‘Bones’ em duelos no Wrestling em tempos de faculdade. O atleta afirmou que derrotaria facilmente Jon em uma luta.

Veja Também

Lyoto Machida revela que deseja conquistar dois cinturões do Bellator
Johnny Walker espera luta contra Jon Jones ainda este ano: ‘Meu presente de Natal’
UFC dispensa os brasileiros Wilson Reis, Marcelo Golm e mais dois

“Eu vou destruir Jon. Eu o destruía na faculdade, cara. Eu o derrubava de cabeça todos os dias de treinamento”, disse Colby.

A afirmação, inclusive, segundo o lutador, pode ser confirmada por pessoas que presenciaram as sessões de treinamento.

“Você pode perguntar para qualquer pessoa no Centro de Wrestling de Iowa (EUA) que estava lá enquanto treinávamos. Eu adoraria colocar as minhas mãos em Jones”, provocou Covington.

O meio-médio ainda revelou que, caso não houvesse a ingestão de turinabol (esteroide anabolizante encontrado no organismo de Jon Jones em 2017, que culminou no afastamento do atleta das lutas por 15 meses), ele não seria o lutador que é hoje.

“Se ele não tivesse aqueles pictogramas em seu organismo, ele não seria o mesmo lutador que é hoje. Ele é um m****”, provocou Colby.

Covington já esteve envolvido em outros casos polêmicos no mundo das artes marciais. Um dos casos mais conhecidos pelos brasileiros foi quando o atleta lançou várias críticas ao Brasil após derrotar Demian Maia no UFC São Paulo, em 2017. Na ocasião, o norte-americano chamou o país de ‘lixo’.

Aos 31 anos, Colby, atualmente, figura na segunda posição da divisão dos meio-médios, atrás apenas de Tyron Woodley e do atual campeão, Kamaru Usman. Seu último compromisso aconteceu em junho do ano passado, quando derrotou o brasileiro Rafael dos Anjos na disputa pelo cinturão interino da categoria, no UFC 225, em Chicago (EUA).

Em seu cartel profissional Covington soma 15 lutas e apenas uma derrota, quando foi finalizado por Warlley Alves no UFC 194, em 2015.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário