UFC dispensa os brasileiros Wilson Reis, Marcelo Golm e mais dois

A temida barca do UFC passou mais uma vez e cortou quatro atletas da franquia; além dos brasileiros, Elias Theodorou e Eric Shelton também foram demitidos

W. Reis (foto) foi demitido pelo UFC.. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

A temida barca do UFC assombrou os atletas da franquia mais uma vez. Neste final de semana, quatro atletas foram dispensados pelo evento. Entre eles, os brasileiros Wilson Reis, do peso mosca, e Marcelo Golm, do peso pesado. Além deles, o canadense Elias Theodorou e o norte-americano Eric Shelton também já não fazem mais parte do Ultimate.

Veja Também

Alex Cowboy é procurado pela polícia por agredir ex-esposa e fugir com filho de 5 meses em moto
Ex-UFC Matheus Nicolau finaliza em retorno ao Brasil; Adriano Ramos fatura cinturão do Future FC

O mineiro WIlson Reis, de 34 anos, estava no top 15 do ranking dos moscas, mas vinha de quatro derrotas nas últimas cinco lutas. Em sua última apresentação, ele perdeu para o compatriota Alexandre Pantoja, em abril.

Por sua vez, Marcelo Golm chegou ao UFC invicto com seis vitórias. Mas o peso pesado paulista não engrenou na franquia e perdeu as três lutas que fez no octógono. Em sua última luta, ele perdeu para Sergei Pavlovich, no UFC St Petersburgo, em abril.

Eric Shelton é outro caso de peso mosca dispensado pela companhia, o que reforça o desejo do UFC em encerrar a divisão. O norte-americano ocupava o 10º lugar no ranking e vinha de revés para Jordan Espinosa.

A demissão de Elias Theodorou é surpreendente. O canadense estava no top 15 do peso médio e tinha vencido três das últimas quatro lutas. Em sua última luta, o ‘Espartano’, como é conhecido, havia sido superado por Derek Brunson, nono na classificação.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário