Yoel Romero vence na justiça e fatura mais de R$100 milhões sobre empresa de suplementos

Atleta processou companhia alegando responsabilidade no caso de doping em 2016; na ocasião, cubano foi suspenso por seis meses

Y. Romero vence processo de mais de R$100 milhões. Foto: Reprodução/Facebook UFC

O peso médio, Yoel Romero, está com motivos de sobra para sorrir. Além de ter seu nome definitivamente excluído da lista de doping do Ultimate, o lutador faturou mais de R$100 milhões após vencer um processo contra uma empresa de produção de suplementos alimentares. A informação foi divulgada na última terça-feira (28). Em 2016, o atleta foi suspenso por seis meses após ser flagrado em um exame.

Veja Também

Luis Japa comemora vitória na PFL e mira próximo oponente para avançar no GP: ‘Posso vencer qualquer um’
Alex Cowboy se apresenta à polícia e declara inocência após denúncia de agressão à ex-esposa
Johnny Walker volta a surpreender e bate recorde de potência em Instituto de Performance do UFC

“O dinheiro é secundário. O mais importante é limpar o nome de Romero”, disse o empresário do atleta em entrevista ao ‘Ariel Helwani’s MMA Show’.

A situação, de fato, é um alívio em muitos sentidos na carreira do lutador. Após ter a imagem manchada há quase três anos atrás, Yoel pôde esclarecer o engano com a Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA).

Ao perder o processo, a empresa ‘Gold Star Performance Products’ foi condenada a desembolsar o valor de US$27,45 milhões, quase R$110 milhões, levando em consideração a cotação atual do dólar.

O cubano dificilmente conseguirá conquistar valor semelhante em uma luta de MMA. Para se ter uma ideia, Anderson Silva faturou cerca de R$2 milhões após sua apresentação no UFC 237, no último dia 11 de maio. No embate entre Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov, os dois atletas, que protagonizaram uma das maiores vendagens de pay-per-view da história, no UFC 229, em outubro do ano passado, faturaram juntos o valor de US$5 milhões (cerca de R$20 milhões, atualmente).

Certamente, o resultado favorável ao cubano é um alívio para o legado do atleta de 42 anos. Mesmo sem planos de se aposentar, o atleta garantiu um belo ‘pé de meia’ para os anos que virão.

Romero tem compromisso marcado para enfrentar o brasileiro Paulo Borrachinha no dia 17 de agosto, pelo UFC 241. Esta é a quarta vez que o Ultimate tenta realizar o duelo entre os dois atletas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments