Renato Moicano acredita que vitória sobre ‘Zumbi Coreano’ o aproxima de luta pelo título

Atualmente na quinta posição no ranking dos penas, brasileiro quer vitória no UFC Greenville, em junho, para voltar a sonhar com o cinturão

R. Moicano (foto) quer se aproximar de título após vitória no UFC Greenville. Foto: Reprodução/Instagram @renato_moicano_ufc

O peso pena (até 65,7kg.) Renato Moicano já traçou em sua mente o caminho para conquistar uma chance de disputar o cinturão de sua categoria. Para o brasileiro, uma vitória sobre seu próximo adversário, o ‘Zumbi Coreano’, na Carolina do Sul (EUA), o credenciará à uma luta pelo título. Em entrevista publicada na última segunda-feira (27), pelo ‘The Score MMA’, em seu canal no ‘YouTube’, o atleta revelou seu plano para o futuro no Ultimate. Os atletas se enfrentarão na luta principal do UFC Greenville, no dia 22 de junho.

Saiba mais

Felicia Spencer deseja luta contra Cris Cyborg, mas adota cautela sobre a data
Brasileira Sarah Frota é inserida no card do UFC 240 e enfrenta Gillian Robertson
Léo Santos mostra empolgação para retorno ao UFC neste sábado

“Depois que eu vencer, eu vou voltar a ser um desafiante. Você sabe que eu já mostrei para todos o quão bom eu sou”, comentou o lutador. “Eu acho que com uma grande vitória, essa luta vai me impulsionar e voltarei para os melhores da categoria. Eu quero uma luta contra um top 5 e depois a chance pelo título”, contou Renato.

Moicano vem de uma derrota frustrante para o compatriota, e ex-campeão da divisão, José Aldo, no UFC Fortaleza, em fevereiro deste ano. Na ocasião, uma vitória sobre o ‘Campeão do Povo’ o colocaria em uma situação bastante favorável para enfrentar o atual campeão, Max Holloway. No entanto, os planos foram por água abaixo após Renato sofrer um nocaute no início do segundo round.

Quase quatro meses após seu revés para o manauara, o Ultimate escalou para Renato um velho conhecido dos brasileiros. O coreano Chan Sung Jung já esteve na condição de desafiante do cinturão da categoria, quando encarou José Aldo em agosto de 2013, e saiu derrotado por nocaute.

Hoje, o ‘Zumbi’ se encontra em outra situação dentro do Ultimate. Vindo de derrota após sofrer uma virada espetacular em seu embate contra o mexicano Yair Rodríguez, o atleta figura apenas na 12ª colocação no ranking da divisão. A experiência do adversário, no entanto, para Moicano, é um ponto favorável no combate, que mantém o brasileiro empolgado.

“Eu acho que será uma grande luta, porque o ‘Zumbi Coreano’ sempre traz boas lutas para o público”, elogiou o brasiliense.

Atualmente, Moicano, de 30 anos, soma 16 lutas em sua carreira como profissional no MMA. O atleta venceu 13, foi derrotado em duas e somou um empate.

Seu adversário, de 32, por sua vez, possui um cartel de 19 lutas, com 14 vitórias e cinco derrotas. Curiosamente, Sung teve de se afastar das lutas por quase quatro anos, entre 2013 e 2017, após ter de prestar serviços militares ao seu país.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário