Jéssica Bate-Estaca sofre assalto a mão armada e tem carro roubado em Niterói

Campeã peso mosca do UFC estava com a esposa Fernanda e, além do Honda HRV, também teve roubado seu celular

J. Bate-Estaca foi assalta em Niterói. Foto: Reprodução/Instagram jessicammaproJessica

O mês de maio foi histórico para Jéssica Bate-Estaca. A brasileira conquistou o cinturão peso palha (até 56.7 kg.) do Ultimate, no último dia 11, no Rio de Janeiro, mas a o ciclo do ano se encerra com um momento difícil. A campeã e sua esposa, Fernanda, sofreram um assalto em Niterói, distrito do Rio de Janeiro.

Veja Também

Após hospitalizar Sage Northcutt, Cosmo Alexandre pede luta contra Vitor Belfort
Lutadora do UFC reage a assalto e domina ladrão no Rio de Janeiro

Através de uma publicação no Facebook, Fernanda relatou o fato. Ela e Jéssica estavam no carro, um Honda HRV cinza, com placa de Belo Horizonte, que foi roubado a mão armada. Os ladroes ainda revelaram seus celulares. Até a publicação dessa nota, o veículo ainda não foi encontrado. Fernanda ainda disse que, apesar do susto, elas estão bem.

Jéssica Bate-Estaca, de 28 anos, marcou seu nome na história em maio. Ela derrotou a campeã Rose Namajunas, na luta principal do UFC 237, realizado no dia 11 de maio. A paranaense tornou-se a primeira brasileira a conquistar o cinturão do Ultimate em seu país.

Outro caso

Jéssica não é a primeira mulher a ter um problema com assalto em 2019 no Brasil. Em 2019, Polyana Viana reagiu a um assalto, no Rio de Janeiro, e chegou a prender o bandido até a chegada da polícia.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário